Sobrevivência de equipas comprometida

Ciclismo 15-06-2020 09:48
Por Fernando Emílio

A sobrevivência de algumas equipas de ciclismo permanece comprometida por força da pandemia de Covid-19, não obstante os substanciais cortes salariais dos últimos meses. No World Tour é o caso da Education First, onde corre Rúben Guerreiro, que procura segundo patrocinador. A empresa de origem sueca dedicada a viagens educacionais, programas académicos, intercâmbio cultural e cursos de idiomas na internet foi forçada a despedir 15 mil dos 52 mil funcionários que emprega a nível mundial e a reduzir em cerca de 50 por cento os vencimentos.

 

A possível venda a fundos internacionais de uma secção na China, por €1,7 milhões, ficou suspensa devido à crise mundial, causando sérias dificuldades à estrutura liderada por Jonathan Vaughters. Também o fabricante polaco de calçado CCC deixará de patrocinar as equipas masculina e feminina dirigidas por Jim Ochowicz:

 

«Em 2021 a CCC já não será patrocinador principal da equipa, ficando sem efeito o contrato por mais um ano, pelo que procuramos novo parceiro. Vivemos momentos de incerteza, mas estamos convencidos de que ainda existem empresas que desejam investir no ciclismo», diz Ochowicz. Situação delicada também na Jumbo-Visma.

 

A HEMA, uma das principais patrocinadoras, detentora de cadeia de lojas de retalho na Holanda, terá de pagar, esta semana, empréstimo de €50 milhões, sob risco de os credores pedirem insolvência, pelo que a formação holandesa necessita de patrocinador substituto urgente para garantir a sobrevivência.  

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos