Weston McKennie vai manter protesto: «Estou disposto a arcar com as consequências»

Schalke 04 01-06-2020 20:15
Por Redação

Weston McKennie foi um dos jogadores da Bundesliga que protestou contra a morte de George Floyd, às mãos da polícia de Minneapolis. O médio norte-americano do Schalke utilizou uma braçadeira a dizer «Justiça para George Floyd», na partida com o Werder Bremen.

 

Um protesto que se encontra sobre investigação da Federação Alemã, uma vez que são proibidas mensagens de cariz religioso ou político na Bundesliga.

 

«O árbitro pediu-me para tirar a braçadeira, e eu disse-lhe que não. Toda a gente no futebol diz não ao racismo, por isso achei que não ia existir nenhum problema. Ainda assim, estou disposto a arcar com as consequências de expressar a minha opinião e expressar aquilo em que acredito», explicou à Forbes.

 

O jogador de 21 anos explicou ainda o motivo que o levaram a utilizar a braçadeira.

 

«Achei que era minha responsabilidade e dever, sobretudo sendo norte-americano e estando no campeonato com maior visibilidade mundial. Podem não concordar, mas era algo que devia fazer, porque o racismo é um problema que não pode continuar», concluiu.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos