«Precisamos de um exército de sócios que combatam as injustiças»

FC Porto 30-05-2020 21:07
Por Redação

Miguel Brás da Cunha, líder do Movimento “Por um Porto insubmisso, eclético e triunfante” que concorre às eleições do FC Porto, mas apenas para o Conselho Superior, destacou a importância dos sócios na vida do clube.

 

«Os sócios são a coisa mais importante do clube, são a alma e o coração do clube. E têm de existir condições para que os sócios participem na vida do clube. Que possam votar com facilidade, que sejam ouvidos. A nossa ideia central e toda a nossa proposta gira à volta da importância dos sócios. O FC Porto tem de ser insubmisso e para isso tem de ter atrás de si um exército de sócios que combatam as injustiças quando sentirem que as há», disse durante a apresentação do programa da lista D, no auditório Fernando Sardoeira Pinto.

 

Um programa que tem como principal bandeira a aposta nas modalidades: «Uma das nossas ideias, que é muito cara, mas que achamos que só assim poderá trazer mais sócios, é a ideia do ecletismo. Mais modalidades significa mais participação dos sócios. A centralidade do sócio resume as nossas ideias.»

 

Sobre o órgão ao qual concorre, Miguel Brás da Cunha pretende que o Conselho Superior «saia do papel e venha para a rua, ajudando a direção e ouvindo os sócios»: «Não temos notícias da existência e da atuação do Conselho Superior, mas queremos que isso mude. Não por vaidade, mas porque achamos que isso beneficiará o clube. Um órgão que possa ajudar, que seja dinâmico, que tenha a responsabilidade de ouvir os sócios e perguntar o que eles anseiam, o que acham que pode ajudar o clube a melhorar... é essa a responsabilidade que queremos assumir.»

 

Nestas eleições, marcadas para 6 e 7 junho, concorrem ainda Pinto da Costa (lista A), Nuno Lobo (lista B) e José Fernando Rio (lista D).

 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (21)

Últimas Notícias

Mundos