Árbitros vão mesmo viajar para a Madeira nos aviões das equipas

Liga 21-05-2020 08:38
Por Pedro Soares

O futebol dentro das quatro linhas ainda não regressou à normalidade, mas o que se joga nos bastidores e sob os holofotes televisivos já está em plena competição. E foi alimentado nos últimos dias pela notícia de que, por questões de logística e não só, a deslocação das equipas de arbitragem que irão apitar os jogos caseiros do Marítimo será feita nos mesmos voos das equipas que viajarem para o Funchal.

 

Estava servido o pretexto para, de mão escondida, começarem a disparar, até debaixo da capa da verdade desportiva, o arsenal infinito da suspeição que há anos contagia o futebol português com surtos epidémicos sazonais, normalmente dependentes de quem vai à frente da classificação e de quem ainda almeja lá chegar.

 

O que está em causa é que, por esta ordem, Vitória de Setúbal (jornada 25), Gil Vicente (27), Benfica (29), Rio Ave (32) e Famalicão (34) terão a companhia dos homens do apito que vierem a ser nomeados pelo Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para esses mesmos jogos, na ida e no regresso.

 

Mas nada foi decidido sem auscultar todos os clubes nesta situação, e também o Marítimo, obviamente, e todos foram consultados pelo organismo presidido por José Fontelas Gomes, não levantando entraves e dando consentimento para que assim fosse, por tratar-se de medida excecional em tempos excecionais.

 

Pelo que, como garantiu, ontem, fonte do CA da FPF a A BOLA, não há motivo algum para este procedimento ser revisto ou revertido, é decisão já assente, com a concordância de quem tinha de o fazer. Com aval incondicional de todos os clubes envolvidos, reforce-se.

 

O ruído que se tem feito sentir é sustentado, sobretudo, no facto de o Benfica ser uma das equipas que se terá de deslocar ao Funchal. Mas a mesma fonte não duvida de que se fosse o FC Porto nessa situação nada seria diferente.

 

Leia a notícia na íntegra na edição impressa ou na edição digital de A BOLA

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (38)

Últimas Notícias