Autoridades de saúde confirmam 38 casos de Covid-19  

Guiné-Bissau 10-04-2020 16:21
Por Lusa

As autoridades de saúde da Guiné-Bissau confirmaram esta-sexta-feira que aumentou para 38 o número de pessoas infetadas com o novo Coronavírus.

 

Segundo o médico Tumane Baldé, do Centro Operacional de Emergência em Saúde, foram realizadas 44 análises e dois casos deram positivo, aumentando de 36 para 38 o número de pessoas infetadas.

 

Os dois casos positivos são do mesmo grupo familiar da pessoa contaminada em Canchungo, na região de Cacheu, salientou Tumane Baldé.

 

Neste momento, há três casos em Canchungo, na região de Cacheu, e 35 casos no setor autónomo de Bissau.

 

No âmbito do combate ao novo Coronavírus, as autoridades guineenses declararam o estado de emergência, bem como o encerramento das fronteiras aéreas, terrestres e marítimas na Guiné-Bissau, medidas que foram acompanhadas de uma série de outras restrições à semelhança do que está a acontecer em vários países do mundo.

 

Uma das restrições só permite que as pessoas circulem entre 07.00 e as 11.00 horas locais (menos uma hora do que em Lisboa).

 

O número de mortes provocadas por Covid-19 em África é de 630 num universo de mais de 12.219 casos registados em 52 países, de acordo com a mais recente atualização dos dados da pandemia no continente.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Últimas Notícias

Mundos