Silas vai mesmo aceitar repto de A BOLA

COVID-19 29-03-2020 15:16
Por Mário Rui Ventura

Foi na passada quinta-feira que Jorge Silas, antigo treinador do Sporting, clube do qual saiu no início deste mês, e do Belenenses SAD, meteu mãos à obra, depois de receber uma mensagem de uma amiga, enfermeira, do Hospital Garcia de Horta, em Almada, solicitando ajuda para dotar o hospital de mais equipamento médico específico para combater a pandemia de Covid-19, nomeadamente máscaras.

 

Jorge Silas, de pronto, partilhou a mensagem da amiga e deu a conhecer o objetivo de, com a ajuda dos amigos mais próximos, comprar 5000 máscaras para o hospital. O técnico, desde logo, adquiriu 500 e deixou claro que, se as doações não atingissem o valor necessário para a compra total, ele mesmo colocaria o restante.

 

Na sexta-feira, a A BOLA, Jorge Silas dava conta de que em menos de 24 horas já tinha alcançado metade do «valor mínimo» que se propôs alcançar para adquirir, pelo menos, as 5000 máscaras que havia anunciado, e foi ao nosso jornal que anunciou que «na segunda-feira de manhã o fornecedor iria ter a encomenda pronta para ser entregue».

 

E foi também A BOLA a lançar um desafio a Silas: vista a massiva adesão, primeiro dos amigos mais próximos e depois de vários anónimos, porque não alargar esta compra de máscaras por mais dias e para outros hospitais?
 

«Não estou a fazer isto por publicidade. Aliás, não preciso, tive a minha dose de publicidade nos últimos tempos. Estou a fazer isto porque uma amiga me pediu e porque todos precisamos deles, dos profissionais de saúde. Essa é a prioridade. Se depois podemos continuar? Não sei, para já propus-me a adquirir pelo menos 5000 máscaras», afirmou o ex-treinador do Sporting ao nosso jornal.
 

A verdade é que hoje, domingo, a meta está prestes a ser alcançada. «Ponto da situação: amigos, estamos a ter resultados fantásticos e todos juntos vamos conseguir algo assinalável. Estamos muito, muito perto», anunciou Silas nas redes sociais, deixando antever que o desafio de A BOLA vai mesmo ser aceite… «E depois? Ficamos por aqui? Hummm», escreveu Jorge Silas, que tem vindo a agradecer também às caras mais conhecidas que se juntaram a esta iniciativa, casos de Fonte, Tarantini, Chainho, Dani, entre outros.

 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (3)

Últimas Notícias