Grupo farmacêutico português doa material sanitário de proteção contra o Covid-19

Guiné-Bissau 25-03-2020 19:20
Por Lusa

Uma empresa de importação portuguesa de medicamentos, doou, a Guiné-Bissau, no caso ao Ministério da Saúde Pública, máscaras, luvas, gel alcoólico e sabão líquido, para o combate ao novo Coronavírus.

 

David Peixoto, administrador da empresa detida por três grupos farmacêuticos portugueses, disse à Lusa que entregaram ao Ministério da Saúde guineense 32.500 máscaras, 50.000 luvas, 30 litros de gel e 15 litros de sabão líquido concentrado.

 

O responsável disse que a doação decorre também da responsabilidade social que a sua empresa tem para «ajudar o Ministério da Saúde na luta contra o novo Coronavírus», responsável pela pandemia de Covid-19.

 

David Peixoto defendeu que a sua empresa, contando com a casa mãe em Portugal, tem capacidade de, no prazo máximo de três semanas, colocar na Guiné-Bissau, cerca de 40 toneladas de materiais de proteção e de teste de infeção pelo novo Cononavírus.

 

A questão para David Peixoto é saber se o Ministério da Saúde guineense poderá encontrar parceiros dispostos a financiar uma operação do género.

 

O responsável do grupo português espera, no entanto, que os materiais agora doados sejam devidamente racionados, lembrando que a nível mundial, está difícil de encontrar, no mercado, máscaras de proteção.

 

David Peixoto disse também à Lusa que vai permanecer em Bissau por considerar a sua presença de fundamental para a estratégia de luta contra o novo coronavírus.

 

«É como se fosse uma obrigatoriedade ficar cá. Sentimos que a nossa empresa é um parceiro muito importante para o Ministério da Saúde da Guiné-Bissau, neste contexto atual», afirmou David Peixoto 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Últimas Notícias