Lisboa vai ter piscina natural no rio Tejo em 2021

País 12-01-2020 19:49
Por Redação

Em 2021, vai ser possível tomar banho numa piscina artificial no rio Tejo, «ver mais de 100 hectares de zonas verdes em Lisboa e assistir ao nascimento de novos parques urbanos na cidade».

 

Esta é uma das  «milhares de ações planeadas» pela Câmara de Lisboa até 2050, no ano em que a cidade é Capital Verde Europeia.

 

«As iniciativas têm todas o objetivo de melhorar a nossa qualidade de vida», frisou o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, antes do arranque das cerimónias oficiais que assinalaram Lisboa como Capital Verde Europeia.

 

A piscina natural terá 232 metros quadrados e vai funcionar com água do Tejo «previamente tratada, com um circuito interno e água de furo, na zona da bacia norte da marina do Parque das Nações», em Lisboa, avançou Hugo Xambre Pereira, administrador da empresa Águas do Tejo Atlântico, ao Jornal de Notícias.

 

«Fruto do investimento que tem sido feito no saneamento, a água do rio já tem uma qualidade que nos permite pensar neste tipo de projetos. Ainda assim, a água tem de ser sempre tratada por questões de segurança», explicou o administrador da empresa responsável pelo projeto.

 

A piscina terá capacidade para receber cerca de 1100 pessoas – o projeto ainda está numa fase muito embrionária e, por isso, ainda não há um orçamento fechado, porém, em maio, deverá ser lançado o concurso da empreitada e as obras deverão estar concluídas em meados de 2021.

Ler Mais

Últimas Notícias