Leão abre segunda fase a ganhar em jogo com nove (!) golos

Liga Revelação 24.01.2023 17:34
Por Rafael Batista Reis

O Sporting abriu a fase de apuramento para a Taça Revelação (sub-23), na tarde desta terça-feira, a receber e vencer, no Estádio Aurélio Pereira (Academia Cristiano Ronaldo, Alcochete), o ‘lanterna vermelha’ da classificação, Leixões, num duelo com resultado invulgar e nove (!) golos marcados, a resultar num triunfo tangencial dos leões, por 5-4.


Recorde-se que as equipas participantes começaram a presente fase com metade dos pontos conquistados antes. Por isso, em confronto estiveram os dois últimos da fase anterior, com o Sporting a iniciar este patamar com seis pontos e a formação matosinhense com quatro pontos.


Os visitantes entraram melhor e a mandar no jogo, obrigando a defesa leonina a trabalho nos minutos iniciais. Mas quando os leões, orientados pelo antigo lateral-direito internacional português João Pereira, afastaram a pressão... marcaram, aos 11’, numa insistência de Francisco Canário (1-0).


O ponta-de-lança dos verde-e-brancos voltou a estar em evidência aos 17’: tabela com Kiko Félix, que assistiu para o 2-0. E Francisco Canário ainda viu novo golo seu invalidado, por fora de jogo, aos 38’.


Se o terceiro tento não contou para os leões, foi o Leixões a conseguia reduzir (2-1) logo depois, aos 40’: árbitro sancionou mão na bola de Marco Cruz e assinalou penálti, convertido por Tomás Couto.


O Sporting não se desconcentrou e repôs a vantagem em dois golos antes do intervalo, por Marco Cruz, após trabalho de Francisco Canário na esquerda e ter recebido a bola na zona frontal.


E para quem pensava que os quatro golos eram sinónimo de primeira parte agitada, a segunda foi ainda mais emotiva, com cinco golos mais, três deles em apenas estonteantes cinco minutos, logo no recomeço.


O Sporting chegou a 4-1 aos 47’, num golpe de cabeça certeiro de Domingos Andrade, após canto de Lucas Dias. E nem 60 segundos tinham decorrido já o leão chegava à mão cheia de golos (5-1, aos 48’), num remate de primeira de David Moreira, à entrada da grande área, após tentativa de alívio da defesa do Leixões.  


Ainda assim, o Leixões respondeu pouco depois. Bom trabalho de Fernando pela direita, a assistir Rúben Candal para um remate forte e colocado, e os visitantes a fazerem o 5-2 ainda com mais meia hora por jogar.


E mais perto ficaram aos 70’, com o 5-3: falha de comunicação entre o guardião Papuna Beruashvili e Domingos Andrade, com Arome Idache a interpor-se

Uma falha de comunicação entre Domingos Andrade e o guardião Papuna Beruashvili permitiu a Arome Idache antecipar-se e atirar para o 5-3.


O nigeriano Idache voltaria a marcar aos 78’, mas também o lance foi invalidade pelo árbitro, por fora de jogo. Mas o inconformado avançado africano iria mesmo bisar, aos 87’ – a desviar centro da esquerda, de Rúben Candal - estabelecendo o que seriam os números finais do jogo (5-4) e tornando a reta final do encontro muitíssimo mais, e inesperadamente, emocionante, após três golos seguidos do Leixões desde o 5-1 a surpreenderem a defensiva leonina, pressionada nos minutos finais para evitar o 5-5.


O Sporting sofreu, mas assegurou entrada triunfal na segunda fase, de qualificação para a Taça Revelação, e soma agora 9 pontos. O Leixões mantém os quatro pontos e também o último lugar da tabela.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal