Quaresma: o futuro, a Seleção e... o que já disse a Ronaldo

Futebol 23.11.2022 22:44
Por Inês Bastos

Ricardo Quaresma, 39 anos, sem clube desde que terminou contrato com o V. Guimarães, em maio passado, voltou a falar sobre o seu futuro.

«Ainda quero jogar, estou a preparar-me para isso. Tenho coisas em cima da mesa, mas quando há mulher e filhos temos de pensar no que é melhor para todos», expressou Quaresma, desejoso, «como qualquer português», de ver a Seleção Nacional entrar «com o pé direito e a ganhar» o primeiro jogo, com o Gana, marcado para esta quinta-feira.
 

«É um Mundial e não há jogos fáceis. Toda a gente tem o sonho de ganhar e chegar o mais longe possível, mas temos mais qualidade e equipa para vencer», antecipou o avançado, amigo de Cristiano Ronaldo, mas sem abrir o jogo quanto ao futuro do craque, agora um jogador livre ao rescindir contrato com o Manchester United. «Isso são coisas que só ele pode resolver. Mas já lhe disse que, esteja onde estiver, vou ser sempre amigo dele. Desejo-lhe a maior sorte do Mundo e que seja feliz nesta fase em que não tem nada a mostrar. O mais importante para ele é desfrutar do futebol.»

Presente no mesmo evento, realizado numa loja de artigos eletrónicos numa superfície comercial de Lisboa, e que consistiu numa partida de matraquilhos, esteve também Cândido Costa (além de Paulo Futre, ver notícia associada), que espera ver Portugal «entrar como é desejo de todos» neste Campeonato do Mundo.

«Os intervenientes que temos, não são só participantes, são os craques das equipas em que atuam e só espero que transportem isso para a Seleção e consigam dar uma alegria aos portugueses e fazer um grande Mundial. Portugal tem de transportar para dentro de campo essa qualidade de ser autêntico durante os 90 minutos. Acho que é um sonho muito palpável e tenho fortes esperanças», considerou o antigo jogador.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias