Bola de neve: CD da FPF instaura processo disciplinar ao diretor desportivo do Famalicão por assédio sexual

Futebol Feminino 30.09.2022 20:41
Por Redação

Está em marcha um verdadeiro terramoto no futebol feminino, com a notícia do jornal Público, lançada quinta-feira, a gerar uma bola de neve em matéria de denúncias e combate ao assédio sexual.


O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu instaurar um processo disciplinar contra Samuel Costa, diretor desportivo da equipa feminina do Famalicão, na sequência de denúncia.


Será ainda instaurado um processo de averiguações no âmbito das denúncias de assédio recebidas, mas nas quais não estão identificados os denunciados.


Recorde-se que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu criar uma equipa especial para se dedicar com urgência à instauração dos processos instaurados na sequência das denúncias de assédio sexual. A equipa é constituída por membros do próprio Conselho de Disciplina e da Comissão de Instrução Disciplinar da Federação.


Segundo as últimas notícias, várias jogadoras treinadas por Miguel Afonso em diferentes clubes já formalizaram mais queixas por assédio junto da Federação Portuguesa de Futebol e da Polícia Judiciária, um dia depois de o jornal Público ter revelado que o atual treinador da equipa feminina do Famalicão (entretanto suspenso) foi acusado de assédio sexual por parte das jogadoras do Rio Ave, clube que treinou em 2020/2021.


O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol já instaurou um processo disciplinar a Miguel Afonso, com natureza urgente, e o Ministério Público também já iniciou procedimentos para investigar o caso, segundo notícia desta sexta-feira do JN.


Leia tudo sobre este tema nas várias notícias associadas.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias