Joel Mateus (Leça) deixa futebol para ser dentista

Campeonato Portugal 24.06.2022 21:20
Por Pedro Cadima

O defesa-direito Joel Mateus encerrou a carreira de jogador aos 26 anos, após época em que fez 31 jogos pelo Leça no Campeonato de Portugal e também teve oportunidade de defrontar o Sporting na Taça de Portugal. Formado no Perafita e Leixões, o lateral teve o seu percurso sénior claramente marcado em Leça da Palmeira e o clube honrou esse trajeto de sete épocas e 161 jogos. O jogador que já falara com A BOLA aquando do embate com os leões para a Taça, do quanto estava dividido entre futebol e carreira médica, ponderou e decidiu o novo rumo no final da temporada.


«Acabei o curso e vou-me dedicar a cem por cento à medicina dentária. Era um ano decisivo para mim, sabia que teria de tomar uma decisão. Foi uma decisão difícil mas muito pensada», relata Joel Mateus, já com trabalho à espera em França.


«Vou trabalhar para Paris, onde tenho alguns amigos dentistas, que já estão bem estabilizados em termos de trabalho e fizeram uma ligação entre mim e as clínicas para as quais vou trabalhar. Ficou tudo tratado», explica Joel, consciente que tudo fez para conciliar as paixões, prolongando estudos e elevadas qualificações. Levo o sentimento de dever cumprido. Tenho duas subidas pelo Leça, uma para o CNS, outra para a Liga 3. Cheguei aos quartos-de-final da Taça, por isso sei que fiz tudo para representar da melhor forma a instituição. O futebol é claro que me vai deixar muitas saudades mas encheu-me o coração de muitas alegrias durante todos estes anos. Agora tenho de guardar espaço para as alegrias que a minha nova profissão me vai dar», testemunha Joel Mateus à A BOLA.


Fica aqui também um excerto da despedida sentida do atleta nas redes sociais:


« OBRIGADO FUTEBOL


É com um sorriso enorme e um coração cheio que hoje me despeço daquilo que me definiu desde criança: o amor de jogar futebol ! 
Era isso que me fazia acordar todos os dias e ser tão feliz, porque sempre fiz aquilo que tanto queria, que não era nada mais do que correr com bola e fintar tudo e todos. Desde criança que joguei futebol pelo amor que tinha por ver aquela coisa redonda nos meus pés, nada mais. E para mim todos estes anos foram um sonho, porque todos os meninos sonham com um dia apenas viver de futebol, e foi isso que eu fiz durante tanto tempo. Por isso eu digo…que sonho que foi este! 
Choro e sorrio ao escrever esta despedida por saber que vivi o meu sonho, mas sei que no mundo existem tantas coisas por quais lutar e ser feliz e sei que este vai ser o início de uma outra caminhada, na procura de outro sonho!»

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias