Leixões: reações fortes à vacina em 16 jogadores e cinco membros do staff

Liga 2 23-07-2021 13:10
Por Luís Mateus

O Leixões divulgou que 16 jogadores tiveram reações adversas à vacina da Janssen depois de administrada, a poucos dias do embate com o Vitória de Guimarães para a Taça da Liga.

 

«Resolvemos divulgar a situação, porque o número de reações foi grande e até a significância das mesmas foi alta. Entendemos que o nosso chefe do departamento médico, o doutor João Duarte, devia comunicar com o responsável da task force aqui do Norte, o doutor Carlos Mouta, e explicar-lhe que ficámos com 15 jogadores de fora ontem e hoje mais um... A equipa técnica com duas pessoas, o José Mota e outro, dois fisioterapeutas e o diretor de comunicação também foram afetados... Foram reações muito adversas, febres altíssimas, muita gente a vomitar, diarreia, náuseas... Ainda hoje um jogador sentiu-se mal no treino e saiu, estava a passar mal. O nosso objetivo é contribuir para que se perceba o que terá corrido mal e tentar no futuro melhorar, se é que há algo para melhorar. Pusemo-nos à disposição da task force para que enviem cá o grupo de médicos que trabalha com eles e analisem os nossos jogadores, os entrevistem, a fim de que possam perceber o que correu mal. Agora, isto nada tem a ver com o nosso jogo com o Vitória, não vai ser usado para nada, a não ser para a reflexão que terá de ser feita sobre o que poderá ter corrido mal. A vacinação é uma coisa boa e tem de ser feita, e ainda bem que está a ser feita, mas o que é certo é que no nosso caso não correu bem. E nós sentimo-nos na obrigação de divulgar», explicou Rémulo Marques, diretor desportivo, a A BOLA.

 

O emblema de Matosinhos, a competir na Liga 2, estreia-se na segunda-feira na Taça da Liga, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, diante do Vitória. 

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias