Acionista da SAD pede a destituição de Miguel Pinto Lisboa

Vitória de Guimarães 13-05-2021 22:05
Por Redação

Manuel Machado Pinto Brasil, sócio do Vitória de Guimarães e acionista da SAD vimaranense, anunciou, esta quinta-feira que vai requerer a destituição do presidente Miguel Pinto Lisboa  na próxima Assembleia-Geral. Em causa está aquilo que considera ser «uma gestão centralizada, feita à revelia dos sócios, que está a conduzir o Vitória ao descalabro financeiro e desportivo».

 

Leia o comunicado na íntegra:

 

«É com grande consternação, mas no cumprimento de um dever de responsabilidade para com o VITÓRIA SPORT CLUBE que me vejo obrigado a promover, junto do Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Vitória, a inclusão na ordem de trabalhos de três novos pontos, destinado um deles à destituição do atual Presidente do Vitória Sport Clube e, consequentemente, da VITÓRIA SPORT CLUBE – FUTEBOL SAD.

 

A gestão que tem sido feita, centralizada no Presidente, à revelia dos sócios, está a conduzir o Vitória ao descalabro financeiro e desportivo e vejo-me na obrigação de o impedir juntamente com um grande número de associados que se revêm na minha posição. Os exemplos das consequências deste tipo de gestão estão à vista e não quero que o Vitória seja mais um infeliz caso desses.

 

A prová-lo está a recusa do Presidente em prestar os diversos esclarecimentos que lhe solicitei no passado mês de Março (conforme carta que anexo), todos eles relacionados com a gestão financeira que vem fazendo no Clube e que apenas através da comunicação social se vai tendo conhecimento. Mas, para além de se recusar a prestar tais esclarecimentos, mentiu aos sócios ao referir numa entrevista ao semanário “O DESPORTIVO DE GUIMARÃES”: «eu só tive um sócio a interpelar a SAD e que obteve resposta». Anexo, também, a «resposta» que recebi!

 

A atuação tem sido muito grave. Não há transparência, há atos de gestão de consequências nefastas e, perante um pedido de esclarecimentos de um sócio do Vitória, o Presidente escuda-se na marcação de uma assembleia geral para o efeito. Exijo cabal resposta a todas as nossas dúvidas para decidir da sua demissão se tais esclarecimentos não forem credíveis e se a gestão que vem fazendo se revelar prejudicial para o Vitória, como se vem presumindo, tal é a força com que se esconde dos sócios.

 

MANUEL MACHADO PINTO BRASIL

(Sócio nº 10869)»

Ler Mais
Comentários (22)

Últimas Notícias