Rúben Dias recusa ser a cara da renovação

Seleção 07-09-2020 16:43
Por Redação

Rúben Dias, com 18 jogos ao serviço da Seleção Nacional, falou esta segunda-feira ao lado de Fernando Santos na antevisão ao jogo com a Suécia. Disse que o objetivo primordial é a vitória e recusou ser a cara da renovação na equipa de todos nós.

- Depois da vitória com a Croácia, dois dias, com viagem pelo meio, como está a equipa para este jogo com a Suécia?

«É uma fase atípica, os níveis físicos diferem de jogador para jogador, pois alguns já levam algumas semanas de trabalho. Há diferentes níveis, mas há algumas rotinas, a equipa tem ligações há algum tempo e temos de compensar isso com o nível físico.»


- Poderá haver excesso de confiança?

«Foi um jogo muito positivo, mas ganhámos três pontos e nada mais. Em cada jogo que entramos queremos sempre acrescentar uma vitória a uma boa exibição, temos outro jogo e não há nada a divagar por excesso de algo. A nossa mentalidade é ganhar o jogo seguinte.»

- Quais os pontos fortes da Suécia?

«É uma equipa forte, organizada, com jogadores muito fortes. A nossa desconfiança em relação ao jogo é máxima, mas queremos muito ganhar e os níveis têm de estar ao máximo.»
 

Como tem estado Cristiano Ronaldo?

«Não sou a pessoa mais indicada para responder, mas sendo um dos nossos melhores jogadores é claro que será melhor que esteja disponível. Mas veremos como se vai sentir.»

Memória da vitória na fase de qualificação para o Mundial de 2014 (2-3, com três golos de Cristiano Ronaldo):

«O futebol é momentos passados e reconquistar esses momentos nas novas oportunidades. Este é um novo desafio, uma outra competição e é apenas isso que está na nossa mente.»
 

- Leva 18 jogos na Seleção, sente-se a cara da renovação e o futuro patrão da defesa?

«Não vejo a cara de nada, talvez seja o selecionador. O futuro ninguém sabe, cada um tem de trabalhar muito e as decisões cabem ao selecionador.»

Ler Mais
Comentários (26)

Últimas Notícias

Mundos