Real SC sente-se «enganado» pela Federação

Campeonato Portugal 02-05-2020 18:54
Por Redação

O Real Sport Clube reagiu à decisão da Federação Portuguesa de Futebol em promover Arouca e Vizela à Liga 2. O organismo que regula o futebol português justifica esta medida com o número de pontos alcançado pelos dois conjuntos.

 

Através de um comunicado, o segundo classificado da Série D do Campeonato Nacional deixou duras críticas à FPF: «A verdade é que, o Real Sport Clube e os outros clubes em posição de disputar a subida foram contactados por responsáveis da FPF para estarem preparados para o play-off. Foi o que fizemos, com todos os encargos inerentes à manutenção da equipa. Afinal de contas era tudo uma mentira. Sentimo-nos ludibriados. E por quem? Pela FPF.»

 

Recorde-se que a subida de divisão no Campeonato de Portugal é decidida através de um play-off com os dois primeiros classificados das quatros séries. Com a classificação atual, as seguintes equipas apuravam-se: Vizela (60 pontos) e Fafe (52), pela série A; Arouca (58) e Lusitânia (50), pela B; Praiense (53) e Benfica Castelo Branco (42), pela C; e Olhanense (57) e Real SC (57), pela D.

 

Leia o comunicado na íntegra.

 

«Ao tomarmos conhecimento da decisão da FPF sobre o Campeonato de Portugal, a primeira ideia que nos vem à cabeça é a de que mais uma vez fomos enganados. E por quem? Pela FPF.

 

A verdade é que, o Real Sport Clube e os outros clubes em posição de disputar a subida foram contactados por responsáveis da FPF para estarem preparados para o play-off. Foi o que fizemos, com todos os encargos inerentes à manutenção da equipa.

 

Afinal de contas era tudo uma mentira. Sentimo-nos ludibriados. E por quem? Pela FPF.

 

Por outro lado, como se pode fundamentar a decisão no reconhecimento do mérito desportivo apenas com base no maior número de pontos, ignorando completamente o mérito desportivo dos outros clubes, de séries mais competitivas, e que regularmente, por direito, deviam ter a possibilidade de disputar a subida? É inadmissível este fundamento.

 

Mas temos mais motivos para a nossa indignação! Pelo segundo ano consecutivo, o Real Sport Clube vê negado, por uma decisão administrativa, o direito de disputar a subida.

 

Assumimos desde a primeira hora o objetivo de regressar aos campeonatos profissionais, investimos nessa medida, chegamos a um dos lugares com direito a disputar essa possibilidade e acabamos por ser espoliados desse direito. E por quem? Pela FPF.

 

Durante este tempo, a FPF andou a atirar areia para os olhos dos clubes do CP, lançando um fundo que serviu para calar a maioria. Na realidade, essa maioria já não tinha qualquer interesse em competir, já não tinha nada a ganhar ou a perder.

 

Mas será justo que clubes como o Real SC, que investiram, estejam agora na mesma condição que outros clubes do fundo da tabela? Será justo, clubes que cumprem com os compromissos acabem por estar agora, pela mão da FPF, ao mesmo nível dos incumpridores?

 

Isto é inaceitável! A verdade desportiva foi mais uma vez metida no bolso.

 

Não venham com o argumento de que tudo aconteceu por uma questão de saúde pública. Trata-se, sim, e a pretexto da saúde pública, de uma questão de interesses e poderes que fazem do futebol o que querem e bem lhes apetece.

 

Perante tudo isto, lamentamos dizer, mas só existe uma saída para o Presidente da Federação.»

 

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (8)

Últimas Notícias

Mundos