Vítor Oliveira alerta para «falsa moral» após empate com SC Braga

Gil Vicente 13-02-2020 16:06
Por Redação

O treinador do Gil Vicente assumiu que o empate com o SC Braga foi «moralizador», mas deixou aviso aos jogadores para a eventual «falsa moral» que possa ter saído desse jogo que se seguiu a quatro jornadas sem vencer para a Liga.

 

«Quando a equipa está bem, normalmente consegue resultados positivos. O último jogo compôs um tónico importante, já que o ponto foi obtido a seguir a uma derrota copiosa [n.d.r. 1-5 frente ao Moreirense] e depois de termos estado a perder por 2-0 ao intervalo frente a uma das grandes equipas nacionais», frisou durante a antevisão ao encontro de sexta-feira (20.30 horas) com o Vitória de Setúbal, no Bonfim, para a 21.ª jornada.

 

«Esperamos um jogo muito difícil e equilibrado para duas equipas do mesmo campeonato. Temos de estar atentos aos pormenores, porque a caça aos pontos é muito importante neste momento. Encontraremos um Vitória de Setúbal experiente e organizado, mas queremos complicar a vida deles», analisou, apontado a organização coletiva como um dos pontos fortes da formação sadina:

 

- É uma equipa equilibrada, servida por jogadores experientes e que não corre muitos riscos. Sabemos que não fazem muitos golos, mas também não precisam de sofrer muitos para perder o jogo. Acredito que não vão fugir ao registo habitual.

 

Vítor Oliveira considerou ainda que a melhoria de resultados do Vitória de Setúbal foi potenciada por Julio Velázquez com a aposta em alguns atletas de maior valor, explicando que «as boas equipas se fazem com os bons jogadores».

 

E deu o exemplo «flagrante e próximo»: «O Famalicão fez uma série de alterações contra o Vitória de Guimarães e aconteceu o que aconteceu [n.d.r. sofreu goleada 0-7 na Liga]. Passados três dias, com os melhores jogadores, fez uma exibição soberba [empate 1-1 frente ao Benfica para a Taça de Portugal]»

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias