Dragões recorrem ao Tribunal Constitucional contra decisão no caso dos ‘emails’

FC Porto 24-01-2020 07:31
Por Redação

O juiz desembargador Eduardo Pires, que tinha pedido escusa do processo da divulgação dos emails do Benfica por parte do FC Porto, viu o pedido rejeitado pelo Tribunal da Relação do Porto.

 

Eduardo Pires tinha pedido dispensa por ser associado há mais de 50 anos (é águia de ouro), acionista da SAD e frequentador da Luz (foi convidado a visitar o Seixal, mas declinou).

 

Na decisão é argumentado que «o coração não lhe tolhe a razão nem quebra a sua imparcialidade e isenção como juiz». É ainda salientado que o julgamento terá coletivo de três juízes. O FC Porto vai recorrer para o Tribunal Constitucional.
 

Ler Mais
Comentários (57)

Últimas Notícias