FIFA recebe candidaturas para o Mundial Feminino de 2023

Futebol Feminino 13-12-2019 19:10
Por Redação

Quem vai sediar o Mundial de futebol feminino em 2023?

A decisão só será conhecida em maio de 2020.

 

Em agosto ficou-se a saber quantos e quais eram os pretendentes. 10, foi o número registado, um recorde, isto no que tange ao interesse para a organização da competição.

 

Eis o lote, aqui disposto por ordem alfabética: África do Sul, Argentina, Austrália, Bélgica, Bolívia, Brasil, Colômbia, a candidatura conjunta da Coreia do Sul e a Coreia Norte, o Japão e a Nova Zelândia, perfazem o total de nações que se mostraram interessadas em receber a prova.

 

Em setembro, aquando do prazo de entrega das candidaturas, o número reduziu de 10 para oito. 

 

Sendo que as federações tinham até o dia de hoje, 13 de dezembro, para entregar os documentos exigidos pela FIFA e as respetivas candidaturas. 

 

Dos 'sobreviventes', restaram: a Austrália, que decidiu entrar em conjunto com a Nova Zelândia, o Brasil, a Colômbia e o Japão.

 

Todos eles submeteram as candidaturas como países organizadores. Segundo afirma a FIFA em comunicado, os documentos foram entregues antes do prazo limite.

 

As visitas de inspeção às possíveis sedes estão agendadas para janeiro ou fevereiro do próximo ano. 

Esta edição do Mundial contará com a novidade do aumento de equipas de 24 para 32 equipas. 

 

 

 


 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias