Assim funcionará o regresso do público aos estádios

Futebol 31-07-2021 10:17
Por Ricardo Quaresma

O público, já se sabe, regressa aos estádios portugueses já esta noite, na Supertaça entre Sporting e SC Braga, numa medida que se estenderá a todos os jogos da Liga 2021/2022. Nesse sentido, e depois de várias reuniões entre a Direção liderada por Pedro Proença e as autoridades de saúde, a Liga Portugal fechou com os clubes as normas por que se regerá o acesso dos adeptos aos recintos desportivos nas duas competições profissionais - já válidas para os jogos de amanhã, a contar para a Taça da Liga. Como se processará o regresso do público às bancadas é, pois, aquilo de que daremos conta a seguir.


A lotação dos estádios está, como se sabe, limitada a 33 por cento da sua capacidade - pelo menos nesta primeira fase. Para isso, está determinado que entre cada espectador existam duas cadeiras de distância e que as primeiras duas filas das bancadas estejam desocupadas, a não ser que cumpram uma distância de dois metros, ou superior, para o relvado.

 

A norma exige também que todos aqueles que queiram assistir aos jogos têm de apresentar um certificado digital, que pode ser obtido de três formas: vacinação completa, teste negativo (PCR realizado 72 horas antes ou antigénio nas 48 horas anteriores) ou declaração de cura de Covid-19 nos últimos seis meses. A máscara no interior dos estádios continuará a ser obrigatória e as entradas e saídas terão de realizar-se por locais distintos. Os bilhetes vendidos para os jogos têm, obrigatoriamente, de ser nominais, ou seja, todos os espectadores terão de estar devidamente identificados e a lotação dos camarotes oficiais será limitada a 50 por cento.


Leia mais na edição impressa e digital de A BOLA. 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias