«Não vou estar a dizer que o FC Porto se porta bem e o Sporting se porta mal»

País 13-05-2021 21:10
Por Redação

Em entrevista à RTP, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre o aglomerado de pessoas durante os festejos do título do Sporting. O Presidente da República assumiu falhas.

 

«Por muita prevenção que tivesse havido, os diques iam romper. Temos de ter muito cuidado porque ainda faltam meses e não podemos recuar para indicadores negativos. É uma lição a retirar, porque ainda vamos ter jogos de futebol, a final da Taça, a Liga dos Campeões, outras celebrações», começou por dizendo, elencando as causas que pensa estar na origem: «Depois de ter ouvido todos os que participaram, penso que existiu uma certa hesitação. Se o jogo era decisivo ou não, depois houve uma preocupação muito grande em evitar a aglomeração no Marquês e minimizou-se problemas de organização que levaram a uma grande concentração no Estádio e ao atraso do autocarro da equipa. É um somatório factores. Eu percebo que são 20 anos de espera, mas houve um efeito que não é positivo e não pode ser replicado no futuro próximo».

 

Questionado sobre as celebrações do FC Porto, na época passada, em plena pandemia, Marcelo Rebelo de Sousa fez a distinção.

 

«Não vou estar a dizer que o FC Porto se porta bem e o Sporting se porta mal. Este ano as pessoas sentem-se mais à vontade com o desconfinamento e isso é errado. Na altura [em junho de 2020], tinha havido um grande susto com a primeira vaga. Agora, o clima é mais liberto, as pessoas dizem que isto está a acabar», concluiu.

Ler Mais
Comentários (16)

Últimas Notícias