Diretor da Polícia Judiciária destaca colaboração de Rui Pinto

Justiça 12-05-2021 12:09
Por Redação

Em mais uma sessão do julgamento ‘Football Leaks’, o diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, destacou esta quarta-feira a colaboração de Rui Pinto, principal arguido do processo, que responde por um total de 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo.

«Ele [Rui Pinto] mudou radicalmente e não podemos escamotear isso, por muito que um ou outro possa não gostar. Tem tido uma colaboração efetiva, relevante e importante, com o conhecimento genuíno que tem e que procura transmitir, até do ponto de vista preventivo», afirmou Luís Neves, ouvido como testemunha arrolada pela defesa no Tribunal Central Criminal de Lisboa.

O responsável salientou ainda: «Além da formação de que é detentor, tem uma grande memória, é uma pessoa muito capaz e consegue estabelecer grandes conexões. Pelas conversas que tivemos com ele, percebemos que era uma pessoa com conhecimentos e com preocupação, sobretudo numa vertente de bem social. Preocupavam-no questões de desigualdade social e, sobretudo, os branqueamentos de capitais e fraudes fiscais.»

Ler Mais
Comentários (20)

Últimas Notícias