«Caso Maddie 13 anos depois, pedófilo alemão é suspeito» - DN

Revista de Imprensa 04-06-2020 08:32
Por Redação

«Polícia britânica revelou números de telemóvel (portugueses) e mostrou fotografias de carros usados pelo suspeito no Algarve. "Passaram-se mais de 13 anos e a sua lealdade poderá ter mudado. Ele está na prisão. Agora é a hora de avançar."

 

"Nunca vamos perder a esperança de encontrar Madeleine viva, mas seja qual for o resultado, precisamos de saber, precisamos de encontrar paz", disseram Kate e Gerry McCann, assim que foram informados, na quarta-feira, de que existem "fortes indícios" de que um pedófilo alemão possa ter estado envolvido no rapto.

 

Trata-se de um homem com 43 anos, atualmente detido na Alemanha, que viveu em Portugal entre 1996 e 2007 - o ano em que Madeleine McCann desapareceu sem deixar rasto.

Estava nas proximidades do resort da Praia da Luz, no Algarve, na noite de 3 de maio de 2007, data em que Maddie desapareceu, e teve uma conversa por telefone que terminou pouco mais de uma hora antes de Kate McCann ter percebido que a filha desaparecera do quarto onde dormia com os irmãos gémeos.

 

Na altura do desaparecimento de Maddie, como era chamada pela família e como ficou conhecida em todo o mundo, o suspeito tinha 30 anos, mas não aparentava mais de 25, segundo a polícia.

Alto, com cerca de 1, 80 metros, cabelo curto e louro, vivia numa carrinha/caravana de cor amarela, com matrícula portuguesa.»

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Últimas Notícias