Linhas Aéreas de Moçambique de regresso à Europa via Lisboa

Moçambique 25-02-2020 18:34
Por Lusa

A última vez que a LAM voou para Portugal foi em 2011, ano em que foi banida do espaço europeu.

 

Para João Carlos Pó Jorge, diretor-geral das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) o regresso ao espaço europeu abre novas perspetivas para a companhia de bandeira moçambicana.

 

Os voos serão efetuados através de uma aeronave Airbus A340-200, com 269 lugares e mais de 40 toneladas de carga, e que vai ligar as duas capitais três vezes por semana: Maputo-Lisboa na segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira, e Lisboa-Maputo na terça-feira, quinta-feira e sábado.

 

«Olhamos a inteligência de tráfego e notamos que, de longe, esta é a rota que tem mais passageiros. Não só entre Lisboa e Maputo, como também de Maputo para Lisboa e depois para a Europa ocidental», afirmou, numa conferência de imprensa em Maputo.

 

Para o responsável, o regresso ao espaço europeu garante um «novo network», numa altura em que o país se prepara para os grandes projetos de gás natural que vão aumentar à procura por serviços aéreos.

 

«Portugal, no geral, é bastante importante e Moçambique tem boas relações com o país. Temos uma diáspora muito grande em Portugal e nós estamos a tentar servir estas pessoas", acrescentou.

 

O retorno da LAM ao espaço europeu ocorre em cooperação com a companhia aérea privada portuguesa 'Hi Fly', proprietária do Airbus A340-200, e com a qual foi acordado um período experimental de seis meses.

 

A data do início dos voos, que serão feitos de noite, foi alterada, passando de 31 de março para 2 de junho.

 

Recentemente, João Carlos Pó Jorge anunciou que a companhia vai investir até 120 milhões de dólares (109 milhões de euros) em novos aviões e intensificar a presença nas rotas africanas, querendo ligar África do Sul a Lisboa.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Últimas Notícias