Aprovado plano para disponibilizar tampões e pensos higiénicos em locais públicos

Escócia 25-02-2020 23:02
Por Redação

O Parlamento escocês aprovou, esta terça-feira, um projeto de lei para disponibilizar produtos de higiene feminina, como tampões e pensos higiénicos, de forma gratuita.

 

A Escócia é, aliás, o primeiro país do mundo a avançar com uma medida deste tipo.

 

O plano do Governo de Edimburgo — que terá um custo anual de implementação de quase 29 milhões de euros — é disponibilizar tampões e pensos higiénicos em locais públicos previamente designados como centros comunitários, locais onde jovens praticam desportos ou atividades extracurriculares e farmácias.

 

O projeto de lei sobre produtos femininos para a menstruação passou pela sua primeira etapa com 112 votos a favor, nenhum contra e um voto de abstenção.

 

Seguirá, agora, para uma segunda fase em que os membros do Parlamento poderão propor alterações ao documento.

 

Durante o debate, a deputada responsável pelo projeto, Monica Lennon, disse que aprová-lo seria um «momento marcante para normalizar a menstruação na Escócia» e mostraria aos cidadãos a forma séria com que o Parlamento «encara a igualdade de género».

 

«Porque é que em 2020 o papel higiénico é visto como uma necessidade mas os produtos femininos não são? Ser penalizado financeiramente por uma função corporal natural não é justo», defendeu a parlamentar Alison Johnstone.

 

A Escócia tem sido um país pioneiro no que toca a disponibilizar este tipo de produtos de forma gratuita a várias faixas etárias.

 

Em 2017, lançou um projeto-piloto que distribuía gratuitamente produtos de higiene íntima feminina a mulheres e adolescentes com dificuldades económicas.

 

Atualmente, os produtos sanitários no Reino Unido são tributados em 5%.

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais

Últimas Notícias