Condenado a 19 anos de prisão por envolvimento no ataque a embaixada na Líbia

Estados Unidos 24-01-2020 12:02
Por Redação

Um cidadão libanês foi condenado pelos Estados Unidos a uma pena de 19 anos de prisão por ter estado envolvido no ataque a um complexo diplomático norte-americano e um anexo da CIA em Benghazi em 2012.

 

Moustafa al-Imam foi capturado na Líbia e levado para os Estados Unidos em 2017 para ser julgado,  e o Tribunal considerou que «desempenhou um papel importante» no ataque que matou o embaixador norte-americano na Líbia Chris Stevens.

 

 

Ler Mais

Últimas Notícias