Cenouras e batatas-doces lançadas do ar para alimentar animais

Austrália 13-01-2020 22:34
Por Redação

Milhares de quilos de comida foram entregues, via aérea, tendo como alvo os animais afetados pelos incêndios, segundo o ministro da Energia e do Ambiente do estado de Nova Gales do Sul.

 

Na rede social Twitter, Matt Kean informou que os tubérculos têm constituído a maioria das provisões fornecidas.

 

«É uma das estratégias-chave que estamos a implementar para promover a sobrevivência e recuperação de espécies em perigo», justificou.

 

«As largadas foram possíveis dada a descida das temperaturas no fim-de-semana e vão continuar até recursos alimentares naturais e água suficientes voltarem a estar disponíveis».

 

Os alimentos foram distribuídos, a partir de helicópteros, sobre os vales de Capertee, Wolgan, Kangaroo e Jenolan, e sobre os parques ncacionais de Yengo, Oxley Wild Rivers e Curracubundi.

 

O serviço responsável pelos parques nacionais e pela vida selvagem da Nova Gales do Sul tem direcionado os esforços para ajudar a população de Wallabies (marsupiais mais pequenos do que cangurus), naquela que tem sido uma das regiões mais afetadas pelos incêndios.

 

Milhões de hectares já arderam desde setembro — numa área total comparável à de Portugal — e 28 pessoas morreram e quase duas 2000 casas ficaram destruídas.

 

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, já declarou ser necessária uma comissão de inquérito sobre os incêndios.

 

O ano de 2019 foi o mais quente e seco no país desde que existem dados; 18 de dezembro foi registado como o dia mais quente de sempre.

Ler Mais

Últimas Notícias