Fórmula E: Félix da Costa quarto em Diriyah

Automobilismo 27-02-2021 19:10
Por José Caetano

António Félix da Costa, na segunda corrida do primeiro fim de semana do Mundial de Fórmula E, no circuito citadino de Diriyah, nos subúrbios de Riade, na Arábia Saudita, foi 4.º classificando, depois de arrancar da 9.ª posição da grelha de partida, e somou os primeiros pontos (12) no campeonato de 2021, onde tem como missão principal repetir o título que ganhou no ano passado.

 

O ePrix de hoje ficou marcado por acidente entre Max Günher (Jaguar) e Mitch Evans (Jaguar) – responsabilidade do primeiro, que falhou travagem e não foi capaz de evitar colisão com o monolugar do segundo –, que danificou as barreiras de proteção de pista, razão por trás da exibição da bandeira vermelha que terminou a corrida precocemente – faltavam menos de 3 minutos para o fim da prova.

 

Encontrando-se cumpridos mais de 75% do tempo de prova, ponto final na corrida, com Félix de Costa impedido de tentar ‘atacar’ o companheiro de equipa Jean-Éric Vergne e o 12.º pódio na categoria. Em Diriyah, vitória de Sam Bird, piloto que participou nas 71 corridas da Fórmula E, a exemplo do brasileiro Lucas di Grassi (Audi), com vitórias em todas épocas. O piloto de 34 anos mudou-se da Virgin para a Jaguar e, no 2.º ePrix com a equipa nova, alcançou o primeiro triunfo em 2021 e o 10.º da carreira. Na 2.ª posição, o holandês e ex-companheiro de equipa Robin Frijns.

 

A 3.ª etapa do Mundial de Fórmula E encontra-se marcada apenas para 10 de abril, em Roma.

 

Classificação*

1.º Sam Bird, Jaguar, 29 voltas

2.º Robin Frijns, Virgin, +2,194 s

3.º Jean-Éric Vergne, DS Techeetah, +4,846 s

4.º António Félix da Costa, DS Techeetah, +6,900 s

5.º Nick Cassidy, Virgin, +9,079 s

6.º Sérgio Sette Câmara, Dragon/Penske, +12,817 s

7.º Nico Müller, Dragon/Penske, +13,924 s

8.º Oliver Turvey, NIO 333, +15,523 s

9.º Oliver Rownland, Nissan, +16,389 s

10.º René Rast, Audi, +18,254 s

11.º Alexander Sims, Mahindra, +19,885 s

12.º Lucas di Grassi, Audi, +19,885 s

13.º Tom Blomqvist, NIO 333, +21,508 s

14.º Nyck de Vries, Mercedes, +22,482 s

15.º Norman Nato, Venturi, +24,192 s

16.º Pascal Wehrlein, Porsche, +25,395 s

17.º André Lotterer, Porsche, +27,257 s

18.º Stoffel Vandoorne, Mercedes, +29,112 s

*Classificação provisória, por existirem ações e incidentes na corrida sob investigação.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias