Taça Europa: Sporting vence e mantém hipótese dos oitavos de final

Basquetebol 23.11.2022 21:54
Por Miguel Candeias

Sporting mantém-se vivo na Taça Europa! Com um sensacional 4.º período (31-16) em que deu por completo a volta a um encontro em que havia perdido o comando do marcador desde o 2.º quarto e chegou a ter a desvantagem de 14 no 3.º, o Sporting derrotou o Egis Kormend por 89-84 (15-17, 21-21, 22-30, 31-16) na 5.º jornada do Grupo G.


Para seguir em frente na prova tal como aconteceu na passada temporada, na derradeira ronda, a disputar-se a 30 de novembro no Pavilhão João Rocha, os leões terão de superar os finlandeses do Karhu Basket, líderes do grupo com apenas um desaire após terem perdido em casa contra os polacos do Anwil Wloclawek por 87-93.


Desfecho que veio baralhar ainda mais as contas no grupo e manteve os de Alvalade na 3.ª posição (2 v-2 d), atrás do Wloclawek (3 v-2 d). Para depender apenas de si e terminar esta fase de grupos em primeiro, o Sporting terá de superar o Karhu por mais de 19 pontos, pois na 1.º volta foi batido em Kauhajoki por 104-85.


Se ganhar por menos, terá de esperar que o Egis Kormend, que ainda não ganhou qualquer encontro, leve a melhor sobre o Wloclawek.  


DJ Fenner (21 pts, 4 res, 3 ass) e Marcus LoVett (14 pts, 2 res, 4 ass), responsáveis por 20 dos 31 pontos dos lisboetas no 4.º período e sobretudo responsáveis por assumirem o momento e encontrarem as soluções que a equipa não conseguia descobrir para ultrapassar o sistema defensivo dos húngaros a partir da cabeça do garrafão foram as grandes figuras do Sporting que recuperou a liderança do placard num avassalador parcial de 14-3 (79-75).    


Daí até final o máximo que os homens liderados por Pedro Nuno Monteiro permitiram foi a igualdade a 81-81 a 2.30 m do apito final. Depois Fenner converteu 6 dos últimos 7 pontos da equipa (marcou 15 no quarto) e tudo se resolveu pelo melhor num embate em que os da casa estiveram longe do nível defensivo, quer a pressionar a bola e linha de passe como lançamentos triplos, que costumam colocar em campo.


No Sporting destaque-se ainda as ações de Travante Williams (5 res), mas que marcou todo os seus 12 pontos na 1.ª parte), assim como António Monteiro (6 pts), Ricardo Monteiro (6) e João Fernandes (8 pts, 2 res) pelo papel que também tiveram em trazer algo diferente à equipa a tempo.     


Mike Moore (19 pts,7 res), Siyani Chambers (18 pts, 2 res, 6 ass) e Wendell Mitchell (18 pts, 3 res, 5 ass), foram os mais produtivos do Egis Kormend. 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias