Federer escolheu Nadal como último parceiro: Djokovic comenta

Ténis 26.09.2022 09:51
Por Redação

Novak Djokovic revelou domingo que limitações físicas o impediram de estar a cem por cento na Laver Cup, tendo perdido o seu encontro frente ao canadiano Felix Auger-Aliassime, depois de sábado ter derrotado Tiafoe em singulares e, ao lado de Matteo Berrettini ter batido a dupla Alex de Minaur/Jack Sock.


«Tive problemas no pulso direito nos últimos 4 ou 5 dias, fui controlando, mas penso que os dois encontros de sábado tiveram efeito. Não consegui servir tão rápido», disse, falando depois sobre as emoções de todo o fim de semana, que marcou a despedida de Roger Federer do ténis.


«Foram dias emocionantes, todos sentimos energia muito boa por tudo o que ele contribuiu para o ténis. Ele é o fundador da Laver Cup, são ideias dele, e é uma forma fantástica de se despedir. Esta competição é única, porque nos permite estar uns com os outros, rir, mas também ser competitivos», disse. Djokovic disse ainda compreender porque Federer escolheu Nadal como parceiro para o último encontro.


«Joguei com Federer há quatro anos, em Vancouver, mas acho que foi melhor ele jogar com Nadal porque a rivalidade deles é especial. Obviamente minha rivalidade com eles também é especial, mas é maior entre eles, por isso não me importei. Aliás, gostei muito», avaliou.


«Quem será o meu maior rival agora que Federer está retirado? O Rafa continua e enquanto estiver no circuito será o meu maior rival», disse ainda.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias