FC Porto defronta Tekstil (Turquia) na final da Taça da Europa

Bilhar 03.07.2022 13:26
Por António Barroso

O FC Porto garantiu ao início da tarde deste domingo a presença na final da Taça da Europa de Clubes de Carambola (3 tabelas), ao vencer a formação espanhola do Club Billar Paiporta por 3-1 na segunda meia-final da prova, organizada pelos dragões, Federação Portuguesa de Bilhar (FPB) e União Mundial de Bilhar (UMB), e que decorre desde terça-feira na Academia de Bilhar do FC Porto, no Estádio do Dragão (Porto), concluindo-se ainda neste dia, com a final.


Na final da ‘Champions do bilhar’, que começou por reunir 23 equipas de 12 países do continente europeu – com os conimbricenses do Centro Norton de Matos e os alentejanos do Clube de Bilhar Eborense a ficarem pelo caminho nas qualificações -, o FC Porto, que organiza a competição pela quarta vez e que a venceu em 2017, irá defrontar às 16.30 horas deste mesmo dia a formação turca do Tekstil, para encontrar o sucessor dos franceses do La Baule como campeão europeu.


Na primeira meia-final deste domingo, o Tekstil bater o Billard Club Andernosien (França) por 3-1.


Na meia-final dos portistas, o número dois do ranking mundial, o espanhol Daniel Sánchez (FC Porto) começou a vencer Xavier Yeste de Pablo por 40-21 (em 24 entradas, visitas à mesa) e fazer 1-0 para o clube anfitrião.


A surpresa chegou no 1-1 dos espanhóis, na vitória de Sergio Jimenez sobre o ‘dragão’ e número um do ranking mundial, Dick Jaspers, por 29-40 (em 19 entradas), apesar de o neerlandês ter iniciado o jogo a liderar por 7-0.


Tudo para decidir nas terceira e quarta mesas em simultâneo, o campeão nacional de 2020/21, Rui Manuel Costa, levou a melhor sobre Francisco Unguetti por 40-28 (em 31 entradas) e fez o 2-1. Mas para evitar o 2-2, e penáltis de desempate, o FC Porto necessitava que João Pedro Ferreira batesse ainda Antonio Ortiz Torrent.


E em bela recuperação, ao fim de uma hora e 40 minutos de jogo, João Pedro operou a reviravolta, após início auspicioso do espanhol, e venceu, na reta final por 40-35 (em 29 entradas), fazendo o 3-1 e dando sofrida vitória ao FC Porto.


Os dragões vão defrontar na final às 16.30 horas o outro grande favorito e candidato, igualmente com quatro atletas no ‘top 20’ mundial: o Tekstil (Turquia) que apresenta no quarteto Tayfun Tasdemir, Lufti Cenet, Murak Coklu e Gorkhan Salman.


Três vitórias no sábado


Antes, e para chegar às meias-finais, a formação do FC Porto teve de vencer os seus três encontros no Grupo 2 no sábado, dia 2 do corrente mês, e garantir o primeiro lugar nesse agrupamento.


Os dragões, que só se estrearam em prova já o Centro Norton de Matos e o Clube de Bilhar Eborense tinham ficado pelo caminho, começaram por vencer o Billard Club Andernosien por 3-1: Dick Jaspers bateu Roland Forthomme por 40-33 (em 21 entradas), Daniel Sánchez levou a melhor sobre Gwendal Marechal por 40-34 (em 28 entradas) e João Pedro Ferreira levou a melhor sobre Francis Connesson por 40-26 (em 26 entradas). Jérôme Barbeillon a assinar o ponto de honra dos franceses ao vencer Rui Manuel Costa por 28-40 (30 entradas).


No segundo jogo do Grupo 2, o FC Porto venceu o Club Billar Mostoles (Espanha) por 3-1. Dick Jaspers suplantou Ruben Legazpi 40-29 (em 27 entradas), Daniel Sánchez suplantou José-Maria Mas por 40-15 (em 17 entradas) enquanto João Pedro Ferreira levou a melhor sobre o ‘pai’ Legazpi, Alfonso Legazpi, por 40-26 (em 31 entradas).


Da equipa espanhola, em que o quarteto engloba pai (Alfonso Legazpi) e dois irmãos (Rúben e Adrian), apenas Adrian Legapzi conseguiu vitória sobre os dragões numa das quatro mesas de pano azul em simultâneo, ao suplantar Rui Manuel Costa por 40-32 em 27 entradas.


Ainda no sábado, mas na sessão noturna, chegou o terceiro triunfo noutros tantos jogos, ante os dinamarqueses do BK Grondal (4-0).


Dick Jaspers bateu Dion Nelin por 40-18 (em 15 entradas) e Daniel Sánchez bateu Jacob Haack-Sorensen por 40-27 (em 28 entradas). A vitória de Rui Manuel Costa sobre Lars Dunch (40-26, em 19 entradas) confirmou o triunfo portista, sublimado por João Pedro Ferreira, ao vencer Michael Lohse por 40-25 (em 23 entradas).

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias