CN Matos e Clube Eborense caem na Taça da Europa

Bilhar 30.06.2022 20:30
Por António Barroso

O Centro Norton de Matos, de Coimbra, e o Clube de Bilhar Eborense foram esta quinta-feira eliminados na Taça da Europa de Equipas de Bilhar de Carambola (3 tabelas), prova organizada pelo FC Porto, Federação Portuguesa de Bilhar (FPB) e União Mundial de Bilhar (UMB), a decorrer com 23 equipas de 12 países até domingo, 3 de julho, na Academia do FC Porto, no Estádio do Dragão (Porto).


O Centro Norton de Matos ficou arredado da luta pelo apuramento para a fase seguinte da 'Champions do bilhar' ao perder por 0-2 com a formação belga do Kortrijske Billiard Club, ainda na noite de quarta-feira, no segundo dos três jogos no Grupo B.


Paulo Andrade defrontou Ronny Brants e o belga venceu por 33-40 (em 44 entradas, ou visitas à mesa), mas Mário Aranha deu algum alento aos conimbricenses ao bater Martin Ravestyn por 40-35 (em 43 entradas).


Todavia, nos outros dois duelos, Miguel Rocha não teve argumentos para Philippe Vandendiessche (15-40, em 31 entradas) e João Rafael perdeu para Bernhard Bekaert (17-33 no limite das 50 entradas).


Já esta quinta-feira, pela manhã o Clube de Bilhar Eborense começou o dia no Grupo A (com cinco equipas) com um empate (1-1) ante os austríacos do Billiard Club Elite Viena.


Manuel Prates bateu Andreas Efler por 40-26 (em 34 entradas) e Alexandre Vitorino chegou às 50 entradas limite à frente de Manfred Müller (31-24).


No entanto, as derrotas de Mário Azevedo ante Zoran Gajs (31-40, em 41 entradas) e de Luís Santos ante Reinald Bastl (33-40, em 45 entradas) deram aos austríacos a recuperação até ao empate no jogo.


O Clube de Bilhar Eborense voltou à ação durante a tarde ante o Varde BK (Dinamarca) e perdeu (0-2). Manuel Prates foi batido por Jean-Paul De Bruijn por 25-40 (em 26 entradas) e Alexandre Vitorino também não resistiu a Allan Schroeder (23-40, em 43 entradas).


A finalizar, Mário Azevedo foi vencido por Allan Schroeder (25-40, em 43 entradas) e o último dos integrantes do quarteto da equipa alentejana, Luís Santos, não teve argumentos para Tommy Magnussen (22-40, em 43 entradas).


Já o Centro Norton de Matos fechou a participação no Grupo B e na Taça da Europa de clubes diante do Billiard Club de Zurique (Suíça), com uma vitória (2-0) após duas derrotas.


Paulo Andrade defrontou Cetin Behzat e acabaram empatados 40-40 em 41 entradas, Mário Aranha bateu Kenan Canturk por 39-28 no limite das 50 entradas, Miguel Rocha chegou ao fim das mesmas 50 entradas na frente de Johannes Boode por 28-25. Só João Rafael não resistiu a Pierre-Alain Rech (19-40, em 50 entradas).


O último jogo do Clube de Bilhar Eborense no Grupo A e na Taça da Europa de Clubes - pois, como o Centro Norton de Matos, também já está eliminado, com o FC Porto, hexacampeão nacional e apurado de antemão para as oito equipas na 2.ª fase, a ser o sobrevivente luso das três equipas nacionais que iniciaram a prova quarta-feira, entre 23 formações de 12 países -, é ante os espanhóis do Club Billar Paiporta, na sexta-feira, 1 de julho (13.30 horas).


Passam à 2.ª fase apenas os primeiros classificados de cada um dos cinco grupos, mais os dois melhores segundos classificados. Estas sete equipas vão juntar-se ao FC Porto, que já está na segunda fase da prova e aguarda por mais três rivais, no Grupo 2.


Depois, só os dois primeiros de cada uma destes grupos de quatro equipas, na segunda fase, segue para as ‘meias’ da prova no domingo, dia em que se joga a grande final e é encontrado o novo campeão europeu, que sucederá aos franceses do La Baule. O FC Porto ainda nem se estreou na prova, que venceu em 2017 e organiza pela quarta vez.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias