Thepchaiya de luxo esmaga Hendry (6-1) no ‘UK’ com... cinco centenárias!

Snooker 24-11-2021 23:10
Por António Barroso

O tailandês Thepchaiya Un-Nooh, de 36 anos, 39.º do ‘ranking’ deu esta quarta-feira um verdadeiro recital de bem jogar e assinou cinco centenárias num só jogo à melhor de 11 que teve apenas sete ‘frames’ (6-1) na vitória e eliminação de Stephen Hendry, único heptacampeão mundial de snooker da era moderna - 1990, 1992 a 1996 e 1999 -  do UK Championship, logo na 1.ª ronda da prova da época 2021/22 da World Snooker que decorre em York (Inglaterra) até 5 de dezembro.

 

Hendry, de 52 anos, pentacampeão do UK Championship - em 1989 (16-12 a Steve Davis), 1990 (16-15 a Steve Davis), 1994 (10-5 a Ken Doherty), 1995 (10-3 a Peter Ebdon) e 1996 (10-9 a John Higgins) – não embolsou uma bola: zero pontos nos três primeiros parciais, tal como viria a suceder no sexto e sétimo parciais.

 

Num festival ofensivo do rapidíssimo e inspirado tailandês, o escocês anotou, no total, parcos 65 pontos: 64 no quarto ‘frame’, que venceu, então a atenuar para 1-3 (com ‘break’ de 57, o seu melhor) e… um ponto no quinto parcial.

 

Razão? Do outro lado, Un-Nooh esteve intratável, limpando quase invariavelmente a mesa de bolas cada vez que lá ia: estreou-se com três centenárias consecutivas para chegar a 3-0 (129, 1000 e 107 pontos, respetivamente), e fechou com outras duas na sexta e sétima partidas - 136 e 106 pontos, respetivamente – para reduzir a cinzas um escocês que, ao menos, assistiu para contar.

 

E isto sem contarmos que mesmo no quarto ‘frame’, que perdeu, Thepchaiya anotou um ‘break’ de 59 pontos… mais uma entrada de 52 pontos no quinto parcial. Sete entradas, tantas quantos os ‘frames’ jogados, acima dos 50 pontos, cinco delas de três dígitos. Sublime demonstração da sua categoria e ode ao jogo ofensivo: já espera um chinês, Zhao Xintong ou Yuan SiJun, na próxima ronda.

 

Selby, Ronnie e Williams em frente de forma confortável

 

Já os ingleses Mark Selby, de 38 anos, número um do ‘ranking’ e tetracampeão mundial (2014, 2016, 2017 e 2021) e Ronnie O’Sulivan, de 45 anos, terceiro da hierarquia e hexacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012, 2012 e 2020) confirmaram também na sua estreia no torneio, esta quarta-feira, o favoritismo e venceram os seus jogos da da 1.ª ronda.

 

Mark ‘The Shark’ (‘o tubarão’) Selby, bicampeão no UK – em 2012 (10-6 a Shaun Murphy na final) e 2016 (10-7 a Ronnie O’Sullivan) – não teve dificuldades em ultrapassar, durante a tarde, o escocês Ross Muir, de 26 anos, e já espera, nos 32avos de final – nunca antes de sexta-feira, pois quinta-feira ainda é dia dos últimos dos 64 encontros da 1.ª eliminatória, com 128 jogadores, os 64avos de final – ou o ‘Príncipe da Pérsia’, o iraniano Hossein Vafaei, de 27 anos, 61.º da tabela… ou o jovem (21 anos) chinês Pang Junxu, 65.º do ‘ranking’, que jogam na noite de quarta-feira (19.30 horas).

 

Também o galês Mark Williams, de 46 anos, tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) nono do ‘ranking’ e já bicampeão do UK - em 1999 (10-8 ao compatriota Matthew Stevens na final) e 2002 (10-9 ao irlandês Ken Doherty) não teve dificuldades em bater o chinês Lei Peifan, de 18 anos, na sessão da tarde, por 6-3.

 

O ‘Welsh Potting Machine’ (Mark Williams) defronta na 2.ª ronda da prova o inglês Anthony Hamilton, que bateu o compatriota Allan Taylor por 6-4 num jogo suspenso à tarde - com o resultado em 5-4 - e que só foi concluído na sessão noturna desta quarta-feira.

 

Na sessão noturna, foi a vez do ‘Rocket’ se estrear na prova, que já venceu por um recorde de sete vezes, a primeira delas com apenas 17 anos, em 1993 - duplo 10-6, em 1993 e 1997, ao escocês Stephen Hendry nas finais, a que soma conquistas em 2001 (10-1 a Ken Doherty), 2007 (10-2 a Stephen Maguire), 2014 (10-9 a Judd Trump), 2017 (10-7 a Shaun Murphy) e 2018 (10-6 a Mark Allen) -  com uma vitória por 6-3 diante do Michael White, de 30 anos, um rival galês longe dos dias áureos de outrora.

 

Na próxima ronda, e também nunca antes de sexta-feira ou sábado, O’Sullivan – que assinou, nos dois primeiros parciais do duelo com o galês, a 1120.ª e 1121.ª entradas centenárias da carreira (139 e 131 pontos, respetivamente) defrontará o compatriota inglês Robbie Williams, de 34 anos, 66.º do ‘ranking’, que nestes ‘64avos’ bateu o veterano Nigel Bond (6-4).

 

Reviravolta do lusodescendente Alexander Ursenbacher

 

Se da manhã o destaque vai para a entrada máxima (1\47 pontos) do inglês Gary Wilson no sexto ‘frame’ do jogo em que bateu 6-2 o compatriota Ian Burns, brio e destaque especial para o suíço e lusodescendente - filho de mãe madeirense, Florença da Câmara - Alexander Ursenbacher, de 25 anos, 43.º do ‘ranking’.

 

Ante o inglês Ben Hancorn, num jogo que, como os de Hamilton com Taylor e de Matthew Selt ante Chang Bingyu, foi disputado à tarde mas só acabou já noite alta em York - após vagar uma das mesas da sessão noturna - e no qual perdia por 4-5, Alexander deu a volta e venceu 6-5. Vai defrontar, na próxima ronda o 17.º do ‘ranking’, o inglês David Gilbert, de 40 anos (6-1 a Alfie Burden).

 

Sem surpresa, também, a eliminação da primeira das duas senhoras em prova: falta estrear-se Ng On Yee, de Hong Kong, quinta-feira, ante Yan Bingtao, às 14.30 horas. Barry Hawkins, de 42 anos, 14.º do ‘ranking’, não facilitou ante a compatriota inglesa Reanne Evans, de 36 anos (12 vezes campeão mundial feminina, 115.ª da tabela) na ‘guerra dos sexos’ e venceu claramente: 6-1.

 

Campeão Neil Robertson e Judd Trump estreiam-se quinta-feira

 

Quinta-feira cumprem-se os últimos 24 de 64 jogos da 1.ª ronda, com o campeão em título (10-9 a Judd Trump na final de 2020), Neil Robertson, de 39 anos, quarto do ‘ranking’ e campeão mundial em 2010, às 14.30 horas à mesa ante o inglês John Astley, de 32 anos. O australiano é ‘só’ tricampeão do UK: além de 2020, venceu em 2013 (10-7 a Mark Selby na final) e 2015 (10-5 a Liang Wenbo).

 

Também o ‘Ace in the Pack’, o inglês Judd Trump, de 32 anos - número dois da hierarquia, campeão mundial em 2019 e vencedor da Champion of Champions, que A BOLA TV transmitiu na íntegra, no domingo (10-4 a John Higgins na final), além de campeão do UK há dez anos (2011, 10-6 a Mark Allen na final) - se estreia na prova quinta-feira (19.30 horas) e diante do rival que venceu (4-1) dia 15 do corrente mês nas ‘meias do Grupo 1 da prova em Bolton: o compatriota David Lilley, de 46 anos, campeão mundial de seniores.

 

Recorde-se que o UK Championship pontua para o ‘ranking’ e joga-se até 5 de dezembro no Barbican Centre, em York (Inglaterra), sendo a primeira de três da ‘Triple Crown’ (Tripla Coroa, mais o Masters e o Mundial) da época.

 

Neil Robertson, que já venceu o English Open esta época (9-8 a John Higgins na final) e como suprarreferido, defende o título ganho em 2020 no torneio, que distribui £1,009 M (€1,2 M) de prémios, das quais £200 mil (€238 mil) ao próximo campeão.

 

Até às meias-finais, o UK Championship é jogado à melhor de 11 ‘frames’ – até um vencer seis (de 6-0 a possíveis 6-5) –, sendo a final jogada à melhor de 19 parciais: é campeão do torneio, transmitido para Portugal (EuroSport) o primeiro a vencer dez parciais (de 10-0 a possíveis 10-9).

 

UK Championship, jogos da 1.ª ronda, esta 4.ª feira (apurados a negro):

Ricky Walden-Craig Steadman, 6-4

Gary Wilson-Ian Burns, 6-2

Liam Highfield-Jamie Wilson, 6-3

Noppon Saengkham-Aaron Hill, 6-2

Stuart Carrington-Zhao Jianbo, 6-1

Nigel Bond-Robbie Williams, 4-6

David Gilbert-Alfie Burden, 6-1

Xiao Guodong-Zhang Jiankang, 6-2

Mark Williams-Lei Peifan, 6-3

Barry Hawkins-Reanne Evans, 6-1

Jamie Jones-Cao Yupeng, 1-6

Ding Junhui-Zhang Anda, 6-2

Mark Selby-Ross Muir, 6-2

Thepchaiya Un-Nooh-Stephen Hendry, 6-1

Jack Lisowski-Sean Maddocks, 6-0

Alexander Ursenbacher-Ben Hancorn, 6-5

Matthew Selt-Chang Bingyu, 6-5

Ronnie O'Sullivan-Michael White, 6-3

Kurt Maflin-Gerard Greene, 3-6

Mark King-Jackson Page, 6-2

Sunny Akani-Steven Hallworth, 6-2

Anthony Hamilton-Allan Taylor, 6-4

Matthew Stevens-Hammad Miah, 5-6

Elliot Slessor-Fan Zhengyi, 5-6

 

Jogos de 5.ª feira, 1.ª ronda (hora local e de Portugal continental):

Tian Pengfei-Simon Lichtenberg (9.30 horas)

Ben Woollaston-Rory McLeod     

Joe Perry-Fraser Patrick      

Lyu Haotian-Gao Yang

Martin Gould-Barry Pinches

Joe O'Connor-Fergal O'Brien        

Liang Wenbo-Andy Hicks    

Zhao Xintong-Yuan SiJun    

Neil Robertson-John J. Astley (14.30 horas)  

Jordan Brown-Duane Jones

Luca Brecel-Xu Si        

Yan Bingtao-Ng On Yee       

Ali Carter-Jimmy White       

Jimmy Robertson-Bai Langning    

Graeme Dott-Jamie O'Neill 

Martin O'Donnell-Lukas Kleckers 

Stuart Bingham-Dean Young (19.30 horas)   

Judd Trump-David Lilley      

Mark Allen-Michael Judge  

Michael Holt-Zak Surety      

Sam Craigie-Ken Doherty    

Ryan Day-Peter Lines 

Robert Milkins-Louis Heathcote   

Hossein Vafaei-Pang Junxu

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos