Liga dos Campeões e grand prix negociados para Portugal

Judo 14-06-2021 10:55
Por Miguel Candeias, em Budapeste

Anfitrião, em abril, do Europeu na Altice Arena, e em outubro dos campeonatos do Mundo de veteranos (de 21 a 24) e de katas (26 e 27), no pavilhão do Estádio Universitário, Portugal ainda poderá vir a receber, até ao final do ano, a Liga dos Campeões de clubes.

 

Após o recuo, há cerca de um mês, da Federação Portuguesa de Judo (FPJ) na intenção de organizar esta competição, as conversações foram reatadas depois da União Europeia de Judo (UEJ) mostrar desejo de que a mesma se repita no País por o Sporting ter defendido, em 2019, em Odivelas, o título masculino ganho em Bucareste-2018. E da equipa feminina do Benfica se ter quedado a uma vitória do pódio.


«Ainda não está confirmado. Pedimos à UEJ para dar uma resposta até setembro. Do que necessitamos? De apoios. Sozinhos não conseguimos fazer tudo. É preciso mais alguém», justifica o presidente da FPJ, Jorge Fernandes, na análise final à presença portuguesa nestes Mundiais.

 

«É uma prova dispendiosa de organizar. É mais pelo prestígio e os benefícios para os clubes portugueses. No caso do Sporting, defender o bicampeonato [em 2020 não se realizou devido à pandemia], e gostaria que o Benfica voltasse a entrar, como há dois anos, em que quase chegou às medalhas. Haverá ainda a Liga Europa, na qual podem participar outros clubes nacionais», salienta sobre o evento que contou com a participação da Académica de Coimbra em 2019.


E não gostaria de ver a Champions disputada no Pavilhão João Rocha, já que o Sporting é bicampeão? «Isso seria espetacular! Mas há que pagar uma taxa de 350 mil euros à UEJ e, neste momento, não temos condições de a suportar», revela.

 

Leia mais na edição impressa ou digital de A BOLA. 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos