Tiago Pinto e administração reunidos após eliminação na Taça, mas despedir Fonseca é caro

Roma 20-01-2021 10:57
Por Redação

Depois da eliminação da Taça de Itália pelo Spezia (2-4) e uma mais que provável desqualificação por terem sido feitas seis substituições e não cinco, fala-se em caos na Roma.

 

A edição online do jornal italiano Gazzetta dello Sport refere que, após o encontro, os Dan e Ryan Friedkin, donos do clube, se reuniram com Tiago Pinto, o novo diretor-geral, para decidir os próximos passos. Fala-se de despedimento devido a muita contestação, mas o jornal refere também que nesta altura é caro despedir o treinador português e que Tiago Pinto se mostrou contra a saída do compatriota: o emblema romano tem nesta altura uma dívida de 400 milhões de euros, que seria agravada com uma indemnzação a Paulo Fonseca.  

 

Porém, a direção ficará atenta à próxima jornada e curiosamente, na ronda 19, a Roma volta a receber o Spezia, no sábado. 

 

Lançados ficaram desde logo três nomes que estão disponíveis para suceder ao português: Massimiliano Allegri, Maurizio Sarri e Luciano Spalletti.

 

A Roma é quarta classicada da Serie A com 34 pontos, a par do Nápoles.

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias

Mundos