«Pensei que ia morrer em campo»

Argentina 18-05-2022 16:20
Por Redação

O antigo internacional argentino Kun Aguero voltou, em entrevista ao programa El Hormiguero, a falar sobre o problema cardíaco que, no final de 2021, o obrigou a colocar ponto final na carreira de futebolista aos 33 anos. Tudo aconteceu durante um Barcelona-Alavés, a 30 de outubro.

 

Na entrevista, o ex-avançado revelou que os sintomas da arritmia cardíaca começaram ainda durante o verão.

«Comecei a sentir-me mal na pré-época, com sintomas estranhos mas pensei que era dos treinos, do calor... Depois lesionei-me e fiquei um mês parado. Tive dores de cabeça, picos de calor mas, mesmo assim, sentia-me indisposto. Voltei aos treinos com a equipa e ficava bastante cansado, até que um dia disse ao médico que me sentia mal, um pouco tonto, e o meu coração começou a bater muito depressa, mas fiz vários exames e estava tudo bem. Na semana seguinte voltou a acontecer no estádio.

 

Saltei para cabecear a bola e a minha garganta começou a entupir. Comecei a sentir-me mal e tentei gritar para o árbitro parar o jogo, mas não me saía a voz. Fiquei tonto, agarrei a mão de um defesa e pedi-lhe para pedir ao árbitro para parar o jogo. Depois começou a arritmia. Quando parou, levaram-me ao hospital. Estive três dias internado. Pensei que ia morrer em campo, que ia ficar ali», lembrou Aguero.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias

Mundos