Dinamarca anuncia protesto no Catar

Mundial 2022 17-11-2021 21:55
Por Redação

A organização do Mundial-2022 está a levantar inúmeras críticas devido à forma como aquele país não respeita os direitos dos trabalhadores migrantes. De acordo com uma reportagem do Guardian, já morreram mesmo cerca de 6000 funcionários na construção dos estádios para a competição.

 

Motivo esse que levou a Dinamarca a anunciar um protesto original. Uma das 10 seleções europeias que já garantiram o passaporte para o Mundial-2022, a equipa nórdica emitiu esta quarta-feira um comunicado onde dá conta de uma série de medidas que vão ser tomadas em relação à competição.

 

A principal é a substituição dos patrocinadores presentes nas camisolas por mensagens de apoio aos direitos humanos. Além disto, a equipa não vai participar em qualquer tipo de promoção ao país e os funcionários só vão realizar as viagens necessárias ao Catar.

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias