Antigo presidente da Confederação Brasileira com suspensão vitálicia

Brasil 14-09-2021 20:29
Por Redação

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) confirmou, esta terça-feira, a suspensão vitalícia de Ricardo Teixeira, de 74 anos, por corrupção imposta pela FIFA, depois de rejeitar o recurso apresentado pelo antigo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O TAS manteve, ainda, a multa de um milhão de euros aplicada pelo Comité de Ética da FIFA em julho de 2019. 

 

Foi, assim, provado que Ricardo Teixeira, recebeu subornos em troca da concessão de contratos de audiovisual e marketing para competições no Brasil, mas também da CONMEBOL e CONCACAF, entre 2006 e 2012. Diga-se que o brasileiro é ex-genro de João Havelange, que também está entre os réus neste processo. 

 

 

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias