Torres magoado com o Liverpool: «Fui apunhalado e traído»

Inglaterra 19-09-2020 16:56
Por Redação

Entre junho de 2007 e janeiro de 2011, Fernando Torres brilhou a grande altura ao serviço do Liverpool, tendo, na altura, ficado categorizado como um dos melhores avançados do planeta, antes de se mudar para o Chelsea. Porém, o antigo internacional espanhol confessa alguma mágoa pela gestão do clube na altura e revelou-a em exclusivo num documentário da Amazon.

 

«Houve uma enorme contradição entre o que diziam e o que faziam. Queriam trazer jogadores para, finalmente, podermos competir pelo título com o Manchester United e, de repente, saem Xabi Alonso, Mascherano, depois o Rafa Benítez. Pouco a pouco, a equipa ia ficando desfeita e não me arrependo de ter saído porque não cumpriram com o que prometeram e com as expectativas que me criaram. Nessa altura ninguém queria saber dos adeptos, o clube estava em ruínas internamente e precisaram de muitos anos para recuperar.

 

- Quando expliquei aos dirigentes a situação e disse que queria sair, não me pareceram minimamente preocupados. Só falavam do preço e do clube para onde iria… Apunhalaram-me e traíram-me porque, no dia seguinte, as coisas apareceram na imprensa como se eu fosse o culpado da situação», desabafou Fernando Torres.

Ler Mais
Comentários (10)

Últimas Notícias

Mundos