Godín, Lukaku e mais cinco deixaram Itália

Inter de Milão 25-03-2020 20:29
Por Redação

Terminado o período de quarentena obrigatório, vários jogadores estrangeiros do Inter Milão preferiram regressar aos respetivos países, segundo anunciou esta quarta-feira o clube.

O uruguaio Diego Godín, o belga Romelu Lukaku, o croata Marcelo Brozovic, o nigeriano Victor Moses, o inglês Ashley Young, o esloveno Samir Handanovic e o dinamarquês Christian Eriksen foram os jogadores que preferiram deixar Itália, atualmente o país europeu com o maior número de infetados e de mortos devido ao novo coronavírus.

Recorde-se que o plantel do Inter esteve 15 dias de quarentena obrigatória, depois de Daniele Rugani, da Juventus, ter acusado positivo de Covid-19, a 11 de março. As duas equipas tinham-se defrontado três dias antes.

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias