Casagrande fala de Jorge Jesus, Augusto Inácio e deixa alerta

Brasil 11:33
Por Redação

Walter Casasgrande, antigo internacional brasileiro que chegou a representar o FC Porto (1986/87), abordou a chegada de vários treinadores estrangeiros ao seu país.


«Jorge Jesus e Sampaoli deram espetáculo no ano passado. O Santos foi vice-campeão e o Flamengo foi campeão, jogando leve, atacando, com um futebol encantador. E isso chamou a atenção da imprensa e dos adeptos. Foi um resgate do futebol brasileiro», começou por referir o antigo avançado, em declarações prestadas ao globoesportes.com.

Jorge Jesus manteve-se no Flamengo, enquanto Sampaoli recusou a proposta para renovar com o Santos. Foi substituído por Jesualdo Ferreira, mas chegaram também o argentino Eduardo Coudet (Internacional) e o venezuelano Rafael Dudamel (Atlético Mineiro), além do também português Augusto Inácio (Avaí).

A explicação de Casagrande: «Nos últimos anos, os campeões no Brasil tinham um estilo de jogo de marcação. E essa não é a raiz do futebol, não é agradável. Os treinadores brasileiros estão a perder espaço porque negaram a ofensividade do futebol brasileiro. Se Sampaoli e Jesus não tivessem vindo, o futebol brasileiro estaria igual, não sabíamos que era possível jogar de novo desta maneira. Por isso, os treinadores brasileiros perderam espaço este ano.»

Ler Mais
Comentários (10)

Últimas Notícias