Transferências. Bundesliga foi a única ‘Big5’ que cresceu no investimento em 2021, estima KPMG

Desporto 07-09-2021 07:20

Fora deste estudo da KPMG, mas com recurso aos números do site 'Transfermarkt' (a mesma usada para o estudo "Football Benchmark"), é possível perceber que no 'top10' mundial das Ligas que mais investiram nesta janela de transferências de Verão, Portugal (Liga Portugal Bwin) e Bélgica (Jupiter Pro League) juntaram-se à Bundesliga como as únicas ligas com saldo positivo entre receitas e investimento.

José Carlos Lourinho

A Bundesliga, principal liga alemã de futebol, foi a única ‘Big5’ a registar um crescimento no investimento em 2021 em comparação com o mercado de verão de 2020, uma evolução de 33% de acordo com informação avançada esta segunda-feira pela consultora KPMG.

No relatório “Football Benchmark”, que estuda vários aspetos associados ao negócio do futebol, é possível verificar que a Bundesliga (que em 2020, e entre as ‘Big5’, tinha sido a segunda competição deste universo que menos perdeu ao nível do investimento), foi em 2021 a única destas grandes Ligas a recuperar neste capítulo: de 312 milhões de euros em 2020 para 417 milhões de euros em 2021, um crescimento de 33%.

Fora deste estudo da KPMG, mas com recurso aos números do site ‘Transfermarkt’ (a mesma usada para o estudo “Football Benchmark”), é possível perceber que no ‘top10’ mundial das Ligas que mais investiram nesta janela de transferências de Verão, Portugal (Liga Portugal Bwin) e Bélgica (Jupiter Pro League) juntaram-se à Bundesliga como as únicas ligas com saldo positivo entre receitas e investimento.

De salientar ainda que entre as três ligas com balanço positivo entre receitas e investimento (no ‘top10’ do site ‘Transfermarkt’), Portugal foi a competição profissional de futebol que registou o melhor saldo positivo: 41,39 milhões de euros (78,17 milhões de euros em despesas e 119,56 milhões de euros em receitas).

Premier League foi a que menos perdeu

À exceção da principal liga alemã de futebol, todas as outras ‘Big5’ perderam valor ao nível do investimento. Entre as que perderam capacidade de investimento, a Premier League foi a que caiu menos pelo segundo ano consecutivo: em 2020, o valor total de contratações em Inglaterra foi de 1,4 mil milhões de euros (menos 8% do que em 2019) e em 2021, a queda foi de 6% para 1,3 mil milhões de euros.

Na análise que efetua a este dado, este relatório da KPMG destaca que o domínio da Premier League “é evidente, devido ao mais lucrativo contrato de direitos de televisão do mundo do futebol, que posiciona os clubes ingleses entre os mais ricos da Europa”.

Por outro lado, e de acordo com o mesmo relatório, a La Liga volta a ser uma das ‘Big5’ que mais perde na capacidade de contratação de jogadores. De 2019 para 2020, a ‘La Liga’ foi o campeonato que mais perdeu no investimento: 72% (de 1,3 mil milhões em 2019 para 384 milhões em 2020). De 2020 para 2021, os espanhóis não foram os que mais perderam (esse título foi para a Serie A) mas, em apenas dois anos, passaram de segunda Liga com mais investimento neste grupo para última ‘Big5’ na capacidade de investimento: 293 milhões de euros em 2021.

Ler Mais