Siza Vieira sobre a possibilidade de adeptos nos estádios: “É mais importante que os jogos se realizem em segurança”

Desporto 05-08-2020 12:56

"É mais importante garantirmos a segurança de que as atividades se realizem sem percalços e com limitações do que permitir flexibilidade e depois ter de voltar atrás", realçou o ministro à margem da conferência sobre o 'Futebol Profissional e Economia Pós Covid-19' que decorreu em Oeiras.

José Carlos Lourinho

Pedro Siza Vieira deixou entreaberta a abertura dos estádios de futebol aos adeptos na próxima época, realçando a importância de que as competições decorram em segurança ao invés de ter uma solução que possa colocar em causa o alastrar da pandemia da Covid-19.

O ministro de Estado, da Economia e Transição Digital prestou declarações aos jornalistas à margem da conferência sobre o ‘Futebol Profissional e Economia Pós Covid-19’ que decorreu em Oeiras.

“É mais importante garantirmos a segurança de que as atividades se realizem sem percalços e com limitações do que permitir flexibilidade e depois ter de voltar atrás”, realçou o ministro à margem da conferência.

“Esse é um processo que está dependente da evolução das condições sanitárias. Estamos focados em dar passos seguros que permitam controlar o contágio e de forma a que o sistema de saúde esteja sempre à altura de poder dar uma resposta eficaz”, disse.

A indústria do futebol profissional em Portugal registou um contributo total de 549 milhões de euros para o Produto Interno Bruto (PIB) português na época desportiva 2018-19, indica a nova edição do ‘Anuário do Futebol Profissional Português, uma parceria entre a Liga Portugal e a consultora EY, sendo apresentado esta quarta-feira, 5 de agosto, em Oeiras, na conferência sobre o ‘Futebol Profissional e Economia Pós Covid-19’.

Ler Mais