Vereador propõe lei para proibir VAR em jogos do Rio de Janeiro

Brasil 16-10-2019 20:19
Por Redação

O vereador brasileiro Zico quer proibir o recurso ao vídeo-árbitro em jogos organizados pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), segundo um projeto de lei publicado, esta quarta-feira, no Diário Oficial da Câmara Municipal.

 

De acordo com o projeto de lei, Zico propõe que a arbitragem não tenha qualquer contacto com vídeos durante os jogos e estipula uma multa de 250 mil reais (cerca de 71 mil euros) para quem não cumprir a mesma. O vereador pretende que o valor arrecadado seja destinado para o Fundo Municipal da Defesa do Consumidor.

 

«Apesar de ser uma tecnologia muito cara, o uso do vídeo-árbitro não tem contribuído para a melhoria do futebol. Com interrupções demoradas, fazendo com que o ritmo das partidas seja alterado, quem perde é o torcedor, o público que paga para assistir ao espetáculo», referiu o vereador no seu projeto de lei.

 

«Temos que registar também os julgamentos incoerentes e duvidosos que fazem com que a tecnologia, que deveria ter vindo para acrescentar, diminua a alegria do adepto. A proposição visa devolver ao juiz da partida o poder de decisão sem a ajuda de um computador», concluiu.

Ler Mais
Comentários (20)

Últimas Notícias