Petit sobre o reencontro com Mário Silva: «Espero que fique a chorar no fim»

Boavista 13.08.2022 15:42
Por Nuno Vieira

Depois da vitória em Portimão na primeira jornada, Petit quer voltar a somar os três pontos no jogo de estreia no Bessa, frente a um Santa Clara que impõe algumas cautelas.

«Esperamos um jogo difícil, frente a uma equipa de qualidade e que está a reforçar-se bastante bem. Estamos um pouco às escuras sobre alterações que o adversário possa fazer, desde logo pelo facto de o Ricardinho ter sido expulso e não poder jogar. Se calhar pode jogar o miúdo que foram buscar ao Trofense [Diogo Almeida]. Sabemos o que vamos apanhar e o que podemos fazer. Queremos dar continuidade ao nosso trabalho e começar bem em nossa casa», disse o técnico do Boavista na antevisão à partida de amanhã, confirmando que não poderá contar com os sete reforços para esta época, uma vez que a SAD está ainda a tratar de encontrar soluções para levantar o impedimento de novas inscrições na Liga.


No banco oposto vai estar Mário Silva, alguém próximo de Petit e que foi um jogador de referência no Boavista, a quem garantiu um grande encaixa financeiro quando foi vendido aos franceses do Nantes.
«Temos uma história em comum desde os seis anos. Crescemos juntos, viemos juntos para o Boavista e ganhámos vários títulos na formação. Cada um seguiu o seu trajeto e é com bastante satisfação que volto a vê-lo. Foi meu colega bastantes anos, é um amigo de infância, mas espero que fique a chorar no fim do jogo, pois isso será a minha alegria», brinca Petit.



Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias