«Nunca na minha vida iria desrespeitar o clube»

Corinthians 27-05-2022 19:45
Por Redação

Cinco dias depois das polémicas declarações no final do clássico com o São Paulo – empate a uma bola –, Vítor Pereira procurou explicar melhor as suas palavras. Na altura, o treinador do Corinthians comentava a alegada insatisfação do avançado Róger Guedes no clube.

 

«Também queria treinar o Liverpool, mas não posso. Se me perguntar se queria, ia a correr treinar o Liverpool. Com todo respeito ao Corinthians, mas o Liverpool é o Liverpool», afirmou, então, o treinador português, que agora pediu desculpa pela forma como se expressou.

 

«Não teremos temas tabus aqui. Podem perguntar o que quiserem sobre o assunto que quiserem, mas antes gostava de abordar e explicar a minha infeliz referência ao Liverpool. Em casa, ao ouvir as minhas palavras, percebi que não fui feliz no modo como falei. Interrompi um raciocínio e o que ficou no ar foi esquisito», começou por apontar.

 

«Não tenho problema algum em pedir desculpas a quem se sentiu ofendido. O Corinthians é um grande clube, com uma história fantástica, que me trata bem desde o primeiro dia, que me faz sentir em família. Nunca na minha vida iria desrespeitar o clube. O que pretendia dizer era que, no contexto de poder decidir o que queremos para a nossa vida, se o Liverpool me chamasse para jogar a final da Champions ia já. Foi o que pensei, mas, como interrompi o raciocínio a meio, ficou aquilo no ar. Não fui feliz, mas temos de perceber o contexto», concluiu Vítor Pereira.

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias