Presidente defende Rafael Ramos 

Corinthians 23-05-2022 08:19
Por Redação

O português Rafael Ramos ficou no banco no clássico entre Corinthians e São Paulo (1-1) pelo facto de o treinador Vítor Pereira considerar que o lateral precisa de se recuperar emocionalmente depois de se ver envolvido numa polémica em que é acusado de ter proferido um alegado insulto racista a Edenílson, capitão do Internacional de Porto Alegre.   

O presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, saiu em defesa de Rafael Ramos: «Tratamos o caso da mesma forma que tratamos o do Robson [Bambu], que foi encerrado pelo Ministério Público. Acompanhamos o Rafael desde o primeiro momento, a perícia feita, contratada pela defesa é uma perícia oficial [análise labial] e tem muita validade. Mostra que ele não cometeu nenhum crime, mas vamos esperar o fim da investigação. É preciso muito cuidado, isto pode acabar com uma carreira. As coisas têm de estar muito claras para se fazer uma acusação.»

 

Ler Mais
Comentários (7)

Últimas Notícias