Abel Ferreira dá exemplo do Liverpool e dispara: «Não sou o melhor do mundo»

Brasil 17-10-2021 23:41
Por Redação

O Palmeiras, comandado por Abel Ferreira, venceu o Internacional por 1-0, voltando ao sabor das vitórias, que já escapava há sete jogos (cinco no campeonato, dois na Taça dos Libertadores).

«Sabemos que a pressão de ganhar no Palmeiras é diária, nos treinos e nos jogos. Isso mostra a grandeza do clube. Precisávamos muito destes três pontos para ganhar confiança», disse o treinador português, logo afastando críticas:

«Não sou o melhor treinador do mundo, mas sonho ser. Não faço milagres, não tenho uma varinha mágica, mas os jogadores fazem a diferença. Quando estamos todos juntos, estamos mais fortes. Vou dar o exemplo do Liverpool. Jurgen Klopp está há cinco anos na equipa e perdeu dois principais defesas. Teve problemas. Quando é preciso agarrar a equipa, foram os mais experientes: Weverton, Felipe Melo, Marcos Rocha, Luiz Adriano, Willian... Quando as coisas apertam, o sub-20 têm mais dificuldade. Eles ainda não tinham jogado com público. É mais difícil. Os mais jovens têm de aprender com os mais velhos, que assumiram a responsabilidade.»

Abel fez ainda questão de elogiar os adeptos do verdão: «Estou ansioso para ver o estádio cheio. Sei que os meus jogadores não vão ouvir-me. Estes adeptos, mesmo quando estamos a perder, empurram a equipa.»

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias

Mundos