Pepê tem sido monotorizado pelos dragões

FC Porto 13-05-2021 10:02
Por Paulo Pinto

O FC Porto tem monitorizado o quadro clínico de Pepê, o primeiro reforço já confirmado para a temporada vindoura e que custou aos cofres da SAD 15 milhões de euros. O ainda jogador do Grêmio de Porto Alegre debate-se com muitas dores na zona da bacia e foi esta semana submetido a uma bateria de exames para apurar a extensão da mazela que tem apoquentado o internacional olímpico do Brasil, um dos jogadores que Sérgio Conceição desejava contar há mais de um ano.

 

Desde os dois jogos da Copa do Brasil frente com o Palmeiras que este problema tem impedido Pepê de dar o seu contributo à equipa onde se projetou no futebol brasileiro, ele que só viajará para o Porto no dia 3 de julho para ser apresentado oficialmente como reforço portista até junho de 2026, tendo o FC Porto aberto os cordões à bolsa e desembolsado 15 milhões euros - mais 487.500 euros relativos ao mecanismo de solidariedade, sendo que o Grêmio salvaguardou 12,5 por cento do valor de uma futura - por um jogador que fica preso com uma cláusula de rescisão de 70 milhões.

 

O departamento médico portista, liderado por Nélson Puga, tem seguido com atenção a condição física do extremo, que certamente será sujeito a novos exames quando aterrar em Portugal para ser oficialmente apresentado como reforço dos azuis e brancos.

 

Leia mais na edição digital ou na edição impressa de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (13)

Últimas Notícias

Mundos