«Tem sido revigorante e perfeito para mim»

Boavista 28-11-2020 10:47
Por Pedro Barros

Angel Gomes, 20 anos, disse o que lhe vai na alma em entrevista ao jornal inglês The Independent. O camisola 10 do Boavista abordou os motivos que o levaram a deixar o Manchester United e a experiência que agora vive no Bessa, por empréstimo dos franceses do Lille.


«Sabia que ia ser difícil, só não sabia o quão emocional seria», avançou o médio ofensivo sobre a decisão de rasgar o cordão umbilical de uma década com os red devils, sustentada por sentimento de vazio: «O Manchester United é um clube especial e eu só queria ser capaz de jogar e de me mostrar. Mas deixei de sentir prazer a jogar futebol. O último ano foi muito difícil sob os pontos de vista mental e físico.»

 

Por isso, Angel voltou as costas a uma proposta de renovação sedutora: «Ofereceram-me um ótimo contrato, mas estava disposto a sacrificar isso para seguir um caminho diferente. Podia ter ficado e saído por empréstimo, porém precisava começar de novo.»

 

No caminho de Angel Gomes surgiu-lhe, então, Luís Campos, diretor do Lille.

 

«Conversámos algumas horas. Conhecia-me na perfeição como jogador e apresentou-me um plano. Era exatamente o que eu precisava ouvir!», revelou sobre o contacto com o dirigente português, que estabeleceu a ponte para Portugal.

 

«Quis que fosse para o Boavista, mas não vi isso como um passo atrás. Era, antes, a oportunidade de começar um novo trajeto, sem o rótulo de ser jovem. Queria jogar 90 minutos, ter um papel importante na equipa e mostrar o que posso fazer», desvendou sobre o desafio que lhe foi proposto nos axadrezados, confessando-se, agora, entusiasmado com o que tem encontrado.

 

«O treinador quer que esteja envolvido no jogo, tem sido revigorante e isso é perfeito para mim. Eu sou ambicioso e estou animado com o que tenho pela frente. Para continuar como comecei e voltar para Lille cheio de confiança», concluiu Angel Gomes.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias